• Postado por Tiago

Dia 19 de janeiro de 1999

Fazia tempo que o DIARINHO vinha denunciando a merda que tava o cadeião de Itajaí.

Mas, sabe como é… diziam que o DIARINHO era linguarudo e se ignorava olimpicamente o assunto.

E a sacanagem rolava lá dentro.

Agora, caiu o muro.

Com a mudança do administrador do cadeião, aí a podridão que vínhamos denunciando há anos apareceu.

Saiu o administrador Barbosa, de carro zerinho, arrumado na vida, e entra o novo administrador, que pelo que demonstram os fatos é sério e trabalhador, mas que recebe uma naba do tamanho do topete do Itamar.

Agora tem uma coisa: onde andava nesse tempo todo sua Exª o mm. Dr. Juiz Corregedor dos Presídios, que não via nada da merda que corria lá dentro?

Culpar o governo do Paulo Afonso, dizendo que ele não deu recurso, que manteve na direção do presídio um diretor, no mínimo relaxado e omisso, pra não dizer cambalacheiro, agora que o gato não tem mais a caneta na mão é fácil.

Agora, culpa mesmo tem, nisso tudo, a sua Exª o mm. Dr. Juiz Corregedor que, ou não apareceu no presídio pra ver o que acontecia lá dentro ou, se foi, deixou de ver a sacanagem, o que não o livra da pecha de, no mínimo “im minimis”, omisso.

A língua é o chicote do cu

O pessoal do PFL vivia metendo o pau na vereadora Eliane Rebello, dizendo que ela, ao assumir a secretaria de Educação do Estado, deveria se ter licenciado da Câmara Municipal, dando vaga para seu suplente.

Agora, o vereador Nilton Dauer tá assumindo uma direção num órgão do governo do Estado e, segundo se anuncia, não vai se licenciar. Vai acumular a função de vereador e diretor.

Olha, ninguém consegue estar em dois lugares ao mesmo tempo, sequer fazer duas coisas na mesma hora. O vereador Nilton Dauer, que é um homem sério, deve parar pra pensar e optar por uma das duas funções. Ou agradece sua indicação para uma diretoria do Estado e fica na Câmara, ou se licencia pra poder ser diretor. E, por que não dizê-lo, pra ser coerente.

  •  

Deixe uma Resposta