• Postado por Tiago

Dia 27 de março de 1999

Que dizer de um partido político que é governo mas, não obstante, sequer consegue manter em suas fileiras filiados dos mais expressivos?

É o caso do PPB peixeiro, que nos últimos dias, perdeu dois dos seus mais expressivos filiados: o Comendador Cídio Sandri e a Vereadora Juçara Pamplona.

Do Comendador, talvez a mais antiga filiação, aquela agremiação, considerando-se sua filiação as legendas que originaram o atual PPB, é desnecessário falar. Todos o conhecem como o maior, mais arejado, arrojado, empreendedor, corajoso e produtivo empresário do Estado, figura humana notável de homem de intensa participação social e comunitária. Da Vereador Juçara Pamplona, mesmo discordando inúmeras vezes de suas posições políticas, reconhecemos pessoas honesta, bem intencionada, uma esperança política expressiva, uma das poucas pessoas de respeito com assento, hoje, na Câmara de Itajaí.

Então, o que está acontecendo com um partido que é governo, e, repetimos, não obstante, perde duas expressões exponenciais das suas fileiras.

Pra nós, a degringola, o esboroamento do partido, são motivados por duas coisas: o partido está sendo mal dirigido e o governo que ele está administrando a cidade não é bom.

A continuar assim, resta só saber se sobra alguém pra apagar as luzes, na hora final… Pois, me dizia ontem um atilado observador político peixeiro, com lugar privilegiado no Paço: “Vai em frente que atrás vem gente…” E arrematou: “E muita gente…”

  •  

Deixe uma Resposta