• Postado por Tiago

Dia 6 de outubro de 1998

Agora feio, mas feio mesmo é a votação do Paulo Afonso letrista, em terceiro lugar, atrás do Milton Mendes.

É verdade que a política é como uma roda (redonda). O cara tá lá em cima hoje, amanhã tá lá embaixo. Ou hoje ta lá embaixo, e amanha tá no topo. Agora, que o fujão e a sua gang estão com suas possibilidades diminuídas de voltar a berlinda, lá isso estão.

Principalmente se eles ficarem na chuva, no sol e no sereno, tocando cavaquinho.

Há quem diga que nessa jogada suicida de correr como vice do letrista, o fujão tenha arrumado a vida e até garantido um emprego, dos bons, no governo federal. E quem dirá que não.

Afinal, quem já plantou poste por esse Estado inteiro, no tempo da Erusc, tem, afinal, know how em engrupir o povo. Coisa que o governo FHC mais faz.

Outra coisa que espantou: a performance da Justiça eleitoral de Itajaí. Na eleição passada sem urna eletrônica, uma hora da manhã todo mundo sabia o resultado da eleição. Desta vez, com urna eletrônica e tudo, o resultado ficou pro outro dia. As urnas de Navegantes, por exemplo, até ontem às 17 horas jaziam insepultas.

A demonstrar que a emenda saiu pior que a dança.

  •  

Deixe uma Resposta