• Postado por Tiago

Dia 10 de fevereiro de 1999

O nosso repórter de Brasília, o Eduardo Wendhausen, em contato com a redação nesta segunda-feira a tarde, informou que, naquele dia, nenhum dos deputados de Santa Catarina (são 16) tinham comparecido ao Congresso Nacional.

xxx

Já pensaram, caro leitor?

Você, que dá um duro filho da puta pra dar conta da vida, se você pudesse ficar, feito deputado, em casa numa segunda-feira, dormindo até tarde, dando a sua trepadinha matinal, ouvindo música, e a tarde uma esticadinha.

Nem pensar não é mesmo?

Que se você chegar cinco minutos atrasado no serviço, se naquele dia o patrão tiver de saco cheio, você perde até a porra do repouso remunerado.

xxx

Agora, deputado não.

O puto fica em casa, não dá as caras no serviço segunda-feira, às vezes nem terça, outras vezes nem vai, enforca a semana inteira, e quando vai, mata a sexta, que trabalhar sábado e domingo … ó…

Mas no fim do mês, o dele tá lá… inteirinho.

xxx

Tá certo isso?

O cara não trabalhar e ganhar?

Enquanto você chega atrasado 10 minutos, leva ferro?

Claro que não está certo. Deputado trabalha (quando trabalha) dois dias na semana e olhe lá.

E porque isso? Porque no Brasil não são todos iguais. No Brasil tem os mais e os menos iguais.

xxx

Mas é isso que nós temos que começar a questionar. Porque deputado não dá as caras no serviço segunda-feira? Porque tem que ir da sua cidade pra Brasília?

Ele que pegue um voo domingo a noite, faça como os motoristas do Dalçoquio, por exemplo.

Coitado, dirige um carangão daqueles a semana inteira, vem passar o fim de semana em casa, mas domingo a tarde já tem que se mandar, pra segunda-feira carregar nas refinarias do Paraná ou em São Paulo. Sem receber extra nem porra nenhuma.

E vai reclamar pra ver!

  •  

Deixe uma Resposta