• Postado por Tiago

Dia 6 de março de 1999

Macagnan encaminhou o caso pros setores da Fatma, que renovou o embargo.

xxx

Mas o Gaya não deu bola pro embargo da Fatma.

xxx

Foi então que o pessoal da Pedra de Amolar fez mais um abaixo-assinado, agora com 902 assinaturas, denunciando que, não obstante o embargo da Fatma, Gaya continuava trabalhando no lixão. E o abaixo-assinado foi entregue ao promotor, Dr. Márcio.

xxx

Dr. Márcio não contou tempo. Determinou que a Polícia Ambiental fosse lá e acabasse com a bagunça.

E a Polícia Ambiental não contou tempo: quinta-feira foi lá e correu com a cambada do Gaya.

E avisou: se algum deles se meter a besta, vai pra cadeia.

xxx

O DIARINHO, que ao contrário de alguns “boca e tela alugadas” de Itajaí, é contra a sacanagem, cumprimenta o dr. promotor e a polícia pela rápida e ponta ação em defesa dos direitos do povo.

Porque, minha gente, a verdade, a verdade é que se dependesse de Fatma, Ibama, essa gente amanhecia e o boi no Tivica não brincava.

xxx

Que o caso sirva de exemplo: que a justiça de Itajaí tá mudando. A prova tá aí.

  •  

Deixe uma Resposta