• Postado por Tiago

Dia 12 de maio de 1999

A lamentável ocorrência do fim de semana, quando aqui em Balneário quatro crianças morreram queimadas num barraco na beira da 101, tem que ser severamente apurada, e cabeças têm que rolar.

Porra, o DIARINHO descobriu que na sexta, dois dias antes da desgraça, o Dr. Juiz de Direito de Menores, determinara ao conselho tutelar a localização das crianças.

Domingo elas morrem queimadas.

Que houve?

O cartório deixou de expedir o mandado do Dr. Juiz?

Ou foi o conselho tutelar que recebeu o mandado e o não cumpriu?

Se foi assim, porque o conselho não cumpriu?

Tudo isso tem que ser apurado. E direitinho…

Como deve ser apurada a causa do incêndio, com todos os requintes de criminoso.

Pra mim, confesso, já tenho preconceito contra essas merdas de conselho tutelar. Pra mim, é tudo burrocrata que tá lá é pra mamar o salário no fim do mês e o resto que se foda.

Não sei se em Balneário é assim. Em Itajaí é.

Dia desses ainda contamos que uma pessoa aqui do jornal precisou do conselho tutelar de Itajaí, na última quinta-feira santa. Bateu com o nariz na porta. Não tinha um sacana lá pra atender. Ligou pra um conselheiro, por recomendação de um amigo. O conselheiro atendeu no seu celular e, quando viu que era pepino, desligou, o irresponsável.

É por isso, e pelo que vimos de menor abandonado em Itajaí, que temos essa imagem do conselho tutelar.

De qualquer forma, o caso aqui de Balneário não poderá ficar impune.

  •  

Deixe uma Resposta