• Postado por Tiago

O departamento de Administração Prisional (Deap) se comprometeu em apresentar uma proposta ao juiz corregedor do cadeoão peixeiro, Carlos Roberto da Silva, pra definir o futuro da jaula. Em reunião realizada no fórum, o diretor do Deap, Nilson da Silva, inicialmente disse que vai abrir vagas pros presos que estão nas delegacias.

A decisão de interditar o presídio saiu ao final da tarde de sexta-feira e dá 90 dias para que o Deap diminua os atuais 669 detentos para no máximo 500. A interdição deixou um abacaxi para ser descascado pelas polícias Civil e Militar, que não foram informadas pra onde levarão os presos partir de agora.

Na proposta que vai apresentar ao corregedor nessa terça-feira, o diretor do Deap deve anunciar onde vai abrir vagas para colocar os presos peixeiros. Conforme o delegado do litoral, Marcio Colatto, o diretor do Deap não informou quantos presos serão transferidos do presídio peixeiro.

  •  

Deixe uma Resposta