• Postado por Tiago

“Lamentável a intolerância manifestada pelo leitor aposentado anônimo, dia 19, na página de Voz do Povo, criticando os idosos que se reúnem no começo da rua Lauro Müller. Passo lá diariamente e nunca me senti incomodado por eles. Pelo contrário, acho louvável que senhores idosos/aposentados se reúnam e troquem ideias, contem piadas, comentem os acontecimentos do dia a dia, relembrem seu passado, cumprimentem os conhecidos que passam, enfim, se divirtam saudavelmente sem prejudicar ninguém. Afinal, o que queria o crítico leitor anônimo? Que os idosos ou aposentados ficassem em casa, sentados num sofá, esperando a vida passar? Ou que se reunissem em botecos e ficassem enchendo a cara? Deve ser um leitor muito mal amado e ranzinza para se dignar a escrever a um jornal criticando e ironizando o modo de vida desses idosos de corpo, mas jovens de espírito, que nada de mal estão fazendo, que passaram suas vidas trabalhando, recolhendo impostos, contribuindo para o crescimento da cidade e agora, no crepúsculo da vida, merecidamente, desfrutam de momentos descontraídos e alegres.”

Ass: Jair Bork

(Transcrito ipsis litteris)

  •  

Deixe uma Resposta