• Postado por Tiago

O presidente nacional do DEM, deputado Rodrigo Maia (RJ), disse ontem que o partido deverá respeitar os prazos legais para que o governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda (DEM), apresente sua defesa. Esse prazo se encerra na sexta-feira, o que poderá adiar a decisão sobre expulsar ou não o salafrário do partido.

“Não é uma discussão que vai levar 15 minutos. O partido precisa cumprir todos os seus prazos. Precisamos ter calma nesse momento e garantir o direito de defesa do governador. Espero que, no máximo, nas primeiras horas desta sexta-feira o partido tenha essa questão resolvida porque é muito importante dar uma resposta à sociedade brasileira”, disse.

A reunião do DEM para decidir o futuro político de Arruda está prevista para amanhã. Rodrigo Maia não descarta a possibilidade de a executiva trabalhar durante a madrugada de quinta para sexta-feira, mas também afirma que o encontro pode ser deixado para sexta.

  •  

Deixe uma Resposta