• Postado por Tiago

Paulo-Bornhausen

Para Bornhausen, mensalão do PT foi diferente

Mesmo com as diversas evidências de corrupção no caso do mensalão do Distrito Federal, envolvendo o governador distrital José Roberto Arruda (DEM), os principais membros do Democratas em Santa Catarina acreditam que o trambique não vai respingar na imagem do partido nas eleições do ano que vem. O argumento dos caras é que, diferente do mensalão do PT, os responsáveis pela safadeza serão punidos com rigor.

Quem confirma a posição do partido é o senador Raimundo Colombo (DEM). O bagrão, que é o mais ferrenho defensor da expulsão imediata de Arruda da sigla, acredita que o escândalo só esmerdeou o partido no próprio DF. ?No mensalão do PT, as denúncias se estendiam por vários estados, e até agora o caso envolvendo o Arruda é local. Claro que este escândalo é muito ruim para o partido, mas nós iremos dar o exemplo, expulsando o Arruda e quem mais estiver envolvido com atos desta natureza?, disse, em entrevista ao DIARINHO.

O senador disse ainda que a opinião pública vai entender que os dois mensalões não são iguaizinhos, porque a atitude do partido será diferente. ?No PT, o José Genoíno, o José Dirceu, o Aloísio Mercadante, todos que estavam envolvidos com o esquema de corrupção continuam atuando no partido. Nós vamos provar que somos diferentes?, lascou.

Já o deputado federal Paulinho Bornhausen (DEM) foi mais além e disse que o caso prejudica a imagem não só do partido, mas de todos os políticos brasileiros. Com o discurso afinado com o senador, Paulinho lembrou dos escândalos de corrupção envolvendo membros do governo do presidente Lula (PT), e até de outros casos de tretas dentro do próprio Democratas, mas que, segundo ele, tiveram um final diferente. ?Este é o terceiro caso em sete anos dentro do partido. No primeiro, um deputado que foi pego com dinheiro não declarado em um avião; o outro é o caso do deputado que tinha um castelo construído com dinheiro público. Nos dois casos, eles foram expulsos do partido. Qual foi a punição dada pelo PT aos seus mensaleiros? Nenhuma, eles são homenageados?, debulhou Paulinho, por telefone.

  •  

Deixe uma Resposta