• Postado por Tiago

Depois de muita negociação, o Democratas teria finalmente acertado seu ingresso no governo Edson Periquito (PMDB). O acordo entre os dois lados já está selado e o DEM ganhará uma secretaria e cerca de 10 cargos dentro do governo, que em troca ganharia um voto a mais na câmara de vereadores, ficando com a maioria simples na casa. Apesar da confirmação por membros da executiva do partido, o vereador Orlando Angioletti (DEM) nega a saída do legislativo.

Segundo uma fonte do alto escalão do governo Periquito, três secretarias haviam sido oferecidas pro DEM: segurança pública, meio ambiente e turismo. A negociação incluiria ainda a vinda de Angioletti pro executivo e a chegada de Aldemar Pereira (DEM), o Bola, pra compor a base governista na câmara.

Bola confirma a informação e diz que Periquito e o presidente municipal do DEM, Carlos Humberto Silva, se reuniram por diversas vezes durante o ano, mas nunca chegaram a um acordo. Agora parece que a história foi diferente. “No começo de seu governo, Periquito havia me convidado para assumir uma secretaria e eu não quis. Agora vejo que seria uma boa alternativa para o partido”, falou. Bola conta ainda que existe uma mágoa entre o partido e o PSDB, que não teria dado o espaço merecido pelos Democratas na campanha eleitoral de 2008.

Eu nego!

Angioletti, por sua vez, foi enfático quando perguntado sobre o assunto. “É mentira. Eu não vou assumir nenhum cargo neste governo”, disse. O vereador contou que não houve convite oficial e que nunca participou de nenhuma reunião para discutir o assunto. Mesmo assim, o democrata não nega que existam negociações entre as duas partes. “Se alguém for para o governo, será o partido, e não eu. Aí é outra história”, finaliza.

  •  

Deixe uma Resposta