• Postado por Tiago

Polícia fez plantão em frente à escola pra evitar saque

Quem passou em frente à escola de inglês USA College, na avenida do Estado, em Balneário Camboriú, ontem de manhã, se assustou com o rombo aberto nas vidraças. Um dentista do Paraná enfiou um carango chicoso dentro da loja, pelas 5h30 de quinta-feira. O acidente rolou depois que o cara fez lambança na avenida Atlântica e fugiu dos meganhas em alta velocidade.

No meio da madruga, o BMW, placa AMU 7766 (Ponta Grossa/PR), foi visto subindo num canteiro da avenida beira mar de Balneário. Ao perceber que tinha algo de errado com o motora, os milicos colaram na rabeta do carango e deram a ordem de parada. O condutor nem deu bola pros tiras e tocou em direção à barra norte.

Pra fugir do flagra, o cara passou pela rua Miguel Matte, no bairro Pioneiros, atravessou a avenida do Estado, entrou nas ruas Palestina e Panamá, no bairro das Nações, e voltou pra avenida do Estado, em direção ao centro. Bem em frente à escola de inglês, o veículo chicoso saiu desgovernado, subiu no canteiro de divisão das pistas, girou sobre a via contrária e entrou na escola.

O porradaço foi tão forte que quebrou os três vidros da frente da secretaria da escola, detonando com os móveis e eletrônicos que estavam em cima da mesa. Por sorte, nenhum veículo ou pedestre passavam por ali na hora do acidente. Uns abelhudos de plantão arriscam em dizer que o sujeito tava correndo.

Pros puliças, o motorista, Murilo Postiglioni Neme, 30 anos, estava mamado de tanta manguaça. Ele se recusou a fazer o bafômetro, mas a estratégia não deu certo e os policiais levaram o cara pro médico dar uma cafungada no seu bafo de leão.

Murilo ficou só com alguns lanhados. O cara é dentista conhecido em Ponta Grossa, no Paraná. Foi atendido no local pelos bombeiros e, assim que foi liberado, recebeu o teje preso dos milicos. Foi autuado por direção perigosa e vai responder em liberdade pra dona justa.

Ontem, no início da manhã, a gerente da escola, Paola Pizette, andava de um lado pro outro pra contabilizar o prejú. ?Ainda bem que a polícia ficou cuidando de tudo pra ninguém saquear, se não ia ser muito pior?, disse.

  •  

Deixe uma Resposta