• Postado por admin

O fim de semana foi marcado por uma tragédia em Itapema. Mãe e dois filhinhos foram baleados durante um atentado numa casa do bairro Tabuleiro. A mulher morreu na hora com a bebezinha de um ano no colo. A pequenina levou dois tiros e tá internada. Um menino, de 12 anos, tomou um balaço no pé. Um suspeito foi preso e a polícia investiga a causa da desgraceira.
O banho de sangue rolou às 22h30 de sexta-feira. O assassino invadiu a casa da rua 610 e pegou Célia Regina Augusto, 32 anos, de surpresa. Ela tava sozinha com os dois filhos. O bandido deu quatro tirombaços na barriga da mulher. A nenezinha, que estava no colo da vítima, foi atingida por dois pipocos, um na barriga e outro na perninha. Uma das balas sobrou pro menino, que tomou a azeitonada no pé.
Célia não resistiu e morreu na hora. A bebê foi socorrida pelos bombeiros e levada ao hospital infantil Pequeno Anjo, de Itajaí. Passou por cirurgia, permanece internada, e não corre risco de morte. Já o guri recebeu os primeiros socorros da galera do Samu e foi levado pro hospital Santa Inês, de Balneário. Também tá internado e passa bem.
Polícia civil prende suspeito
No sábado, Roberto Deolindo, o Paraná, foi preso pela polícia civil acusado pelo crime. Os homisdalei acreditam que a desgraceira tenha sido motivada por queima de arquivo. O marido de Célia, conhecido como Baiano, é quem estaria metido com alguma bronca.
O delegado Carlos Dirceu fez boquinha de siri pra não atrapalhar as investigações, mas descarta a possibilidade do rolo ser do tráfico. “O que posso dizer é que as investigações estão sendo feitas e o suspeito foi detido como sendo o autor dos disparos”, diz o dotô. Este é o quarto homicídio do ano em Itapema.

  •  

Deixe uma Resposta