• Postado por Tiago

A detonação de rochas na obra do binário, que liga a avenida do Estado com outras ruas de Balneário Camboriú, estremeceu muita casa da rua Indonésia, no bairro das Nações, na manhã de quarta-feira. A vendedora autônoma, Sônia Marques, 45 anos, levou um susto danado e está de cabelo em pé, com medo que a sua residência fique danificada com a tremedeira.

Dona Sônia, que recém se recupera de um piripaque do coração, estava na cama descansando quando tomou o susto no começo da manhã de ontem. “Foram três explosões que tremeram a casa e a louça no armário”, contou.

Para ela, a culpa é dos peões da obra do binário que detonaram uma pedrona com explosivos. Agora ela tá com medo que apareça alguma rachadura na parede e até mesmo que sua casinha venha abaixo.

A explosão foi a única medida encontrada pra retirada de uma rocha que apareceu no meio da obra. “É impossível tirá-la (a rocha) sem explodir”, explicou Valmir Pereira, secretário de obras.

O barnabé garante que foi solicitada autorização dos órgãos ambientais responsáveis e pedida a ajuda da polícia pra isolar a área. Além disso, todos os moradores da redondeza foram avisados e a energia foi cortada pela Celesc.

Valmir diz que se houver algum problema na estrutura da residência, a pessoa deve procurar a empresa Via Pav, que é a responsável pela obra. “Em toda obra há consequências, mas caso haja alguma coisa, a empresa se responsabiliza pelo dano”, explica.

Binário

O binário tá sendo construído como uma alternativa pra desafogar o conturbado trânsito do centro da Maravilha do Atlântico Sul. Os peões tão escavando a área paralela à avenida do Estado. A pista tá sendo aberta entre a avenida das Flores, no bairro dos Estados, e a rua México, no bairro das Nações.

  •  

Deixe uma Resposta