• Postado por Tiago

Empresa continua com as portas fechadas por conta das irregularidades

O Detran catarina resolveu pegar pesado pro lado das autoescolas sacanas da região. Denúncias de falcatruas que pipocaram na corregedoria do órgão tão sendo analisadas com cuidado, e o chefão das bizolhadas, Max Magno Vieira, avisa que pode sobrar processo pra os envolvidos nas picaretagens. Em pouco mais de um mês, três autoescolas peixeiras foram lacradas depois que ficaram comprovadas irregularidades que iam de maracutaias com o pagamento de taxas, até a emissão de certificados falsos.

Desde que receberam a visita do Detran, as autoescolas tão tentando se livrar da bronca, mas não tiveram sorte. A primeira a ganhar uma visitinha do pessoal da corregedoria foi a autoescola Haphá, do centro de Itajaí, que ganhou uma suspensão por tempo indeterminado por causa de sacanagens com os alunos. ?Eles entraram com mandado de segurança e conseguiram reabrir, mas dias depois o juiz entendeu que o Detran tinha agido corretamente e revogou a liminar?, explica Max.

No momento, a Haphá tá tentando conseguir reabrir através de um processo administrativo, que vai ser analisado pelos capos do Detran na Santa & Bela.

Logo depois foi a vez da auto-escola Matias, que ficava na rua Gil Stein Ferreira, ser obrigada a fechar as portas. O local já tava respondendo processo há algum tempo, por conta de denúncias de fraude no recolhimento das taxas que são repassadas ao Detran.

A coisa tava tão feia que a corregedoria resolveu lacrar a autoescola de vez. ?O caso da Matias já é uma penalidade aplicada pelo Detran, depois de apuradas as irregularidades?, explica Max. Pra reabrir, só recorrendo à dona justa.

A Raphá do São Viça foi a terceira onde apareceram os bizolhudos da corregedoria. A autoescola é acusada de embolsar a grana paga pelos alunos que queriam tirar carteira de motorista, e pedir um dinheirinho por fora pra tentar agilizar o processo. Além disso, tava dando aulas teóricas e práticas meia-boca, e o dono, Andriel Pohlmann Mendes, 39 anos, chegou a ser grampeado depois de oferecer dindim a um policial civil, pra que passasse um de seus alunos na prova da boleia.

?O caso da Raphá é o mais grave que tivemos na região?, contou o corregedor. Como são muitas denúncias de irregularidades, o processo que envolve a autoescola deve levar oito meses pra ficar pronto.

Tijucas e Balneário

A autoescola Stop, de Balneário Camboriú, que levou uma carcada porque tava funcionando sem alvará e dava carro com pneu careca pros alunos pilotarem, já regularizou a situação. Mas o caso ainda tá em análise. Em Tijucas, a Trevisan caiu na malha-fina depois que os funcionários foram flagrados tentando esconder documentos, e também ficou suspensa por alguns dias no mês passado. Max diz que a autoescola voltou a andar na linha, mas continua sendo investigada.

Nesta semana, a autoescola Tijucas também ganhou um canetaço. A corregedoria tá bizolhando denúncias de que tavam dando um número de aulas teóricas e práticas menor do que manda a lei. O pessoal ganhou três dias pra sisplicar.

O corregedor do Detran diz que outras autoescolas da região tão sendo investigadas, mas não quis comentar sobre os processos. Ele avisa que quem quiser denunciar alguma falcatrua pode mandar uma mensagem por email pro endereço corregedoria@detran.sc.gov.br, ou procurar a sede da circunscrição regional (Ciretran) e dedurar a falcatrua.

  •  

Uma Resposta to “Detran mantém investigação contra autoescolas da região”

  1. jader Diz:

    Tem que pegar esse safado do Mathias e dar uma surra !!!! Parlapatão !!!!

Deixe uma Resposta