• Postado por Tiago

1a-terca1O pesquisador, cinéfilo e colecionador Antonio Leão da Silva Neto acaba de lançar a segunda edição – revista e atualizada – de seu Dicionário de Filmes Brasileiros – Longa Metragem.

O livro, com nada menos que 1.152 páginas, é um trabalho de fôlego absolutamente indispensável para todos que, de alguma maneira, trabalham, pesquisam e estudam cinema no Brasil.

São 4.194 sinopses, comentários, informações e fichas técnicas completas dos longas-metragens produzidos no Brasil entre 1908 e abril de 2009.

Em relação à primeira edição – publicada em 2002 e esgotada desde 2004 – este novo trabalho traz quase 800 títulos a mais que a edição anterior, além de ampliar informações sobre outros 2.000 já existentes. Esta segunda edição também inclui produções no formato digital, o nome do personagem ao lado do nome do ator, a data de lançamento, o número de salas e o público arrecadado por filme, quando tais informação são disponibilizadas.

Existe ainda um apêndice com 239 longas inacabados ou ainda em fase de projeto, além de levantamentos numéricos por ano e estado de produção. O Dicionário de Filmes Brasileiros – Longa Metragem traz três apresentações e prefácios, assinados pelo crítico de cinema Rubens Ewald Filho, pelo aecretário do Audiovisual do Ministério da Cultura Silvio Da-Rin, e pelo cineasta Daniel Filho.

Edição: IBAC – Instituto Brasileiro de Arte e Cultura.

Apoio: 2001 Vídeo, Secretaria do Audiovisual e Ministério da Cultura.

  •  

Deixe uma Resposta