• Postado por Tiago

Policiais da Delegacia de Homicídios de Florianópolis prenderam segunda-feira, no começo da noite, um adolescente de 17 anos por ter assassinado Ricardo Augusto Morganti. O garotão recebeu o teje preso numa baiuca perto do local onde rolou a crueldade, na Barra da Lagoa, em Floripa. A vítima foi morta a tiros e pedradas.

Pra polícia, o crime tem relação com o tráfico de drogas. O corpo foi encontrado pelo povão nos fundos de um posto de saúde, por volta das 11h de segunda-feira. O delegado Ênio de Oliveira Mattos disse que o jovem assumiu que atirou em Ricardo Augusto e depois ainda pegou uma pedra e bateu várias vezes na cabeça do coitado.

A polícia conseguiu achar o assassino graças à contribuição da comunidade, que deu informações sobre o carão e o local onde ele estaria. O rapaz contou ainda que jogou num rio o revólver usado no crime. A arma não foi encontrada. Ele levou os tiras até o local onde abandonou a pedra usada no assassinato. Ela tinha marcas de sangue e foi recolhida. O jovem foi levado para a Delegacia de Proteção à Mulher e ao Menor Infrator de Florianópolis, onde ficará à disposição da dona justa.

  •  

Deixe uma Resposta