• Postado por Tiago

A polícia militar de Camboriú enjaulou ontem um aborrescente que tentou abusar de duas pequerruchas de oito e nove aninhos. O traste, que é primo das menininhas, levou uma delas pra assistir filmes de sacanagem e mostrou o bilau pra outra. Ele foi guentado pelo pai de uma das vítimas, que avisou os meganhas.

A bronca começou quando uma anjinha de oito anos chegou em casa com o braço todo arranhado. Ela contou que tinha sido chamada pelo aprendiz de malaco A.M., 15 anos, que disse que precisava entregar alguma coisa pro seu pai. Quando entrou na casa, o aborrescente a puxou pra dentro do quarto e disse que iam assistir um filme.

Mas ao invés de colocar o disquinho do Procurando Nemo, o mini-tarado botou pra rodar uns filminhos de putaria. Ela contou que o moleque tascou-lhe um beijo na boca e começou a alisar suas partes íntimas. Apavorada, a menininha saiu correndo. O moleque ainda tentou segurá-la, e foi assim que ela arranhou o braço.

Quando soube da história, uma amiguinha de nove anos resolveu abrir o bocão e contou aos pais que também tinha sido vítima de A.M. Alguns dias atrás, o dimenor a puxou pra dentro de um matagal e lhe mostrou o bilau. Com medo da coisa feia, a menina tratou de fugir.

Quando ficou sabendo de toda a história, o pai da criança carcou pra casa do aborrescente. Ele encontrou A.M. com cara de quem aprontou e chamou a polícia. O conselho tutelar também foi acionado e o tarado foi parar na delegacia.

  •  

Deixe uma Resposta