• Postado por Tiago

abre-pagina-5---p---apreensao-crack-navegantes.jpg-(2)

Vizinhos tavam putos com o entra-e-sai de viciados

Seis dimenores e dois marmanjos, Joel de Quadros da Silva, 19 anos, e Volnei Nascimento da Silva, 18, caíram nas mãos dos meganhas de Navegantes. A garotada tava com 72 pedras de crack mocosadas numa baiuca da rua Alício Jacó Ricobon, no bairro São Paulo. Os mequetrefes usavam a casa como ponto de venda de porcariada.

Os vizinhos dos guris tavam cansados do entra-e-sai de viciadinhos e resolveram chamar a puliça no final da tarde de quarta-feira. Por volta das 18h, os milicos pintaram no local e foi um fuzuê. Já na entrada da baiuca, um adolescente de 15 anos foi abordado porque tava com um embrulho que parecia ser crack.

Os meganhas ainda desconfiaram de outros dois aborrescentes que se fingiam de mortos e empinavam pipas. Os guris eram olheiros do tráfico e tavam avisando aos patrões da região que a polícia tava na área. Os mequetrefes-mirins tinham acabado de vender duas pedras de crack pra outro dimenor de 14 anos, quando foram detidos pelos milicos.

O atraque maior rolou na casa, onde tavam escondidos quatro carinhas. Os safados tavam picotando plástico e embalando a droga pra vender. Na baiuca foram achadas 14 pedras de crack graúdas e mais 56 pedrinhas prontas pro comércio. Uma dinheirama miúda foi encontrada junto com os traficas-mirins.

O sexteto de aprendizes de bandido, que tinha idade entre 14 e 17 anos, e mais os dois dimaiores foram mandados pra depê dengo-dengo pra prestar depoimento e sisplicar pro delegado. A dupla maior foi levada direto pro cadeião do Itajaí. Os dimenores foram liberados após assinar uma papelada se comprometendo a levar um lero com o juiz da city.

Trafica cai na Ilhota

Maicon Lima dos Santos, 20, foi preso no final da tarde de quarta-feira com dois torrões de maconha no bairro Vila Nova, em Ilhota. O atraque rolou por volta das 17h30, na rua José Domingos Filho. Os tiras, que monitoravam há algum tempo a boca de porcaria, conseguiram pegar o trafica no flagra. Dentro da baia foram encontrados os torrões da erva e mais uma viciadinha, que dedurou ter comprado do cara uma pedra do demo.

O traste foi preso por tráfico e levado pro cadeião de Blumenau. A família de Maicon já tem tradição na distribuição de porcarias na cidade. A mãe e os tios dele já foram presos pelo mesmo crime.

  •  

Deixe uma Resposta