• Postado por Tiago

Estrella, da Petrobras, vai estar na Univali

Hoje pela manhã, em Itajaí, o diretor de exploração e produção da Petrobras, Guilherme Estrella, será a grande vedete do terceiro e último seminário que a empresa de petróleo e a rede de TV RIC Record promovem sobre o pré-sal em Santa Catarina. Estrella vai falar justamente sobre o que o estado barriga-verde ganha com o início da exploração da jazida. A senadora Ideli Salvatti estará a tiracolo do bambambã da Petrobras. O seminário rola a partir das 9h da matina no anfiteatro da Univali, no centro.

Na sexta-feira da semana passada o presidente da companhia, Sérgio Gabrielli, esteve em Joinville, na segunda rodada do seminário. Prometeu que, dos investimentos da empresa, 10 bilhões de dólares serão destinados aos estados do sul. ?Com isso, a previsão de geração de empregos na região é de aproximadamente 22 mil diretos e outros 29 mil indiretos, ligados ao setor de petróleo e gás?, afirmou.

A senadora Ideli Salvatti (PT) acredita que Santa Catarina ganhará mais fornecendo produtos e serviços para a estrutura do pré-sal do que com os royalties destinados ao estado. ?Vai precisar de muita coisa. Desde botão de roupa até móvel para as plataformas. De porca a motor. E Santa Catarina, pelo seu parque industrial, tem condições de ser um dos grandes estados fornecedores para o pré-sal?, disse ao DIARINHO.

A ministra Dilma Roussef, da Casa Civil, foi quem abriu a primeira rodada dos seminários, na segunda-feira, na Leléia, em Floripa. O blablablá de Dilma foi sobre a posição estratégica do governo em manter o controle do pré-sal com os brasileiros e sobre os projetos do novo marco regulatório. ?Quem vai ficar com a renda da exploração do petróleo na camada Pré-sal é a população brasileira?, discursou.

  •  

Deixe uma Resposta