• Postado por Tiago

O dia de ontem foi de mamata pra 1200 alunos da escola municipal Anita Bernardes Galacini, no bairro Monte Alegre, em Camboriú. Quem teve que sentar nas cadeiras da piazada foram os pais dos alunos do ensino médio que foram chamados pela direção pra bater um papo sério e tomar um puxão de oreia.

A diretora da escola, Shirlei Ladeira Magalhães, acredita que o índice de aproveitamento dos estudantes tá mais baixo que barriga de cobra. “A produtividade deles estava deixando a desejar”, explica. Pra reverter essa situação, chamou os pais na chincha ontem durante todo o dia, no tal do “mutirão da educação”. Os 50 professores e até os conselheiros tutelares da cidade da pedra participaram do encontro.

Shirlei afirma que a interrupção da aula foi necessária pra chamar a atenção dos pais e fazê-los participar da reunião. No último encontro, só 10% dos responsáveis pelos estudantes deram as caras na escola.

No blábláblá, a diretora deixou bem claro que os papais e mamães devem participar mais da vida escolar dos filhotes, ajudar a fazer as tarefas de casa e a cobrar disciplina dos pequenos. “A educação não pode continuar como está. A gente precisa de uma parceria mais efetiva com a comunidade e os pais”, afirma a diretora.

  •  

Deixe uma Resposta