• Postado por Tiago

A agonia de tanto esperar se joga ou não o quadrangular final do campeonato Catarinense da Divisão Especial tá perto de acabar pro Camboriú. Na manhã de hoje, alguns diretores do clube embarcam pro Rio de Janeiro pra acompanhar o julgamento, no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) na confederação Brasileira de Futebol (CBF), que vai definir o futuro de Cambu, Porto e Concórdia na sequência da Segundona.

Respaldados pelo argumento do advogado do clube da terra do mármore, que diz que o STJD pode negar julgar o recurso do Porto, porque a própria federação catarinense pode julgar o caso, os diretores tão confiantes. “Sinceramente, acho que a CBF não vai aceitar o recurso e nem vai haver julgamento, aí nós entraríamos. É o que tá escrito no STJD, que a federação catarinense tem sua própria legislação. Nosso advogado diz que o recurso pode não ser julgado, então estamos acreditando nisso”, diz Gilvan Meireles, diretor de futebol do Cambu.

O presidente do clube, Henrique Coppi, também acredita na vitória na dona justa desportiva. “Estamos com o direito e com a maior esperança de classificar. A expectativa é voltar com a vitória de lá”, diz ele.

Enquanto isso, dentro de campo o trabalho continua, mas sem a presença de Marabá, que acertou com outro clube. “A programação é de treinos em dois períodos, tudo como havia começado. Ganhando o recurso, aguardamos pra estrear quinta-feira”, fala Gilvan.

Ontem, o Cambu fez um amistoso contra os juniores do Marcílio Dias, em Itajaí, e venceu por 4 a 0, com gols de Júnior, Teco, duas vezes, e Carlinhos. Amanhã tá marcado um amistoso contra o Brusque e sábado contra o Metropolitano, ambos fora de casa, à tarde.

  •  

Deixe uma Resposta