• Postado por Tiago

A última grande novidade envolvendo os rumos do clube Náutico Marcílio Dias pra 2010 é a renovação ou não do contrato de aluguel com a Cassol. A loja de materiais de construção ocupa grande parte do terreno do Marinheiro e quer renovar o contrato com o clube. Porém, o Marcílio tá se amarrando pra dar uma resposta, pois tá pensando na possível construção da arena multiuso, que substituiria o estádio Dr. Hercílio Luz.

Caso a Cassol queira um novo acordo de sete anos, por exemplo, o clube assina o contrato, mas poderá rescindi-lo se decidir que a loja não fará parte da arena. “Se a gente renovar também estaremos negociando a arena. Acredito que não deixarão a gente fora. Quarta-feira (da semana que vem) sai um parecer”, diz Amilton Jacinto, gerente da filial da Cassol de Itajaí.

A reunião pra resolver a pendenga entre Marcílio e Cassol, adiada por duas vezes, rola no próximo dia 9. “Queremos uma renovação”, deixa claro o gerente da Cassol. Pro encontro entre os abobrões, a diretoria do Marcílio Dias pediu que a Cassol faça uma nova proposta, já que o atual contrato de aluguel acaba no fim deste mês.

“Eles (os diretores marcilistas) têm um número (valor e tempo de contrato) na cabeça e a Cassol tem outro. Vamos nos reunir pra chegar a um acordo”, fala Amilton. A empresa já adianta que pensa num contrato de aluguel longo. “Queremos fazer uma modificação na renovação do contrato pra mais cinco anos, no mínimo, ou o tempo que eles puderem”, fala o gerente da loja. O advogado do Marcílio Dias, Wanderley Godoy Jr., não foi encontrado pra comentar o assunto.

  •  

Deixe uma Resposta