• Postado por Tiago

Um documentário feito pela última mulher do cineasta baiano Glauber Rocha, Paula Gaitán, mostra os últimos meses de sua vida em Sintra, Portugal, em 1981. Glauber é o maior nome do Cinema Novo, autor de clássicos como “Deus e o diabo na terra do Sol” (1964), “Terra em Transe” (1967) e “O dragão da maldade contra o santo guerreiro” (1969). Este último levou o prêmio de melhor direção no Festival de Cannes, quando Glauber tava no exílio, durante a ditadura militar. O filme mostra o lado familiar do diretor, brincando com seus filhos Ava e Eryk nas praias portuguesas. Ambos também se tornaram cineastas. Na volta ao Rio, ele morreu, aos 42 anos.

  •  

Deixe uma Resposta