• Postado por Tiago

O chumbo comeu solto na noite de segunda-feira, em Camboriú. Dois carinhas foram baleados em menos de uma hora. Fabiano Stolff, 20 anos, foi atingido com um balaço na boca dentro da sua casa, que fica na divisa do bairro Taboleiro com a região da Bacia. Menos de uma hora depois, foi a vez de Diego Vinícius Silva de Souza, 19, tomar um pipoco no braço, no bairro Monte Alegre.

Diego tava na frente da sua baiuca, na rua Monte Roraima, no bairro Monte Alegre, quando foi atingido no braço direito por um tirombaço. Um desconhecido passou correndo pela rua com um berro em punho e mandou as azeitonadas sem dar chance de defesa pra vítima.

Diego não conseguiu fugir. A bala atravessou o osso do braço do carinha, que recebeu os primeiros socorros dos bombeiros e foi levado pro hospital da cidade da pedra.

A polícia militar foi chamada, mas o atirador simandou antes dos homisdalei aparecerem. Os fardados fizeram rondas, mas não acharam nem rastro do vadio que cometeu a tentativa de assassinato. A vítima jura de pés juntos que não teria dado motivo pra ninguém querer matá-lo.

Sete tiros

Já Fabiano foi baleado por um motoqueiro armado que desceu o morro da rua Manoel Inácio Linhares e mandou sete tiros na casa do coitado. Um dos pipocos atravessou a boca de Fabiano, que tava de papo pro ar no quintal. O rapaz ficou com a mandíbula estourada e foi socorrido pelo Samu.

Ele foi levado em estado grave pro hospital de Camboriú. Como tava com a boca detonada, não pôde contar muita coisa pros milicos. Fabiano conseguiu dizer que o atirador fugiu numa moto escura, mas não soube identificar o criminoso. Os tiras da polícia civil vão investigar as duas tentativas de assassinato.

  •  

Deixe uma Resposta