• Postado por Tiago

Pelas 1h40, Eder da Silva Souza, 24 anos, caminhava pela rua Manoel Inácio Linhares, no bairro Tabuleiro, em Camboriú, quando tomou um tirombaço no peito.  Dois vadios montados numa moto prata passaram ao seu lado.  O carona da cabrita sacou um trabuco e mandou o balaço.  A vítima caiu na chón sangrando muito e foi socorrida pelo Samu.  O carinha foi levado pro hospital Santa Inês, em Balneário Camboriú, onde continua internado sem risco de morte. Enquanto isso, os safados siscapuliram.  Os meganhas foram chamados depois do crime e não encontraram nem rastro dos mequetrefes.

Vinte minutos depois foi a vez de Adair Ribeiro, 19, ser premiado com um pipoco.  O rapaz tava comendo mosca, paradão, no posto de gasosa Sabiá, na rua Cerejeira, no bairro Tabuleiro, e levou dois tiros no braço esquerdo. O gurizote foi socorrido no local e levado pro hospital de Camboriú.  Como tava esperto, passou pros tiras a descrição dos atiradores, mas já era tarde demais e os putos já haviam fugido em direção ao bairro Monte Alegre.

Pelas 19h30, pouco depois do jogo do Brasil, quem levou a pior foi o Sidnei Valter Bein, 36.  O cara teve uma faca cravada nas suas costas depois que arrumar um arranca-rabo com dois desafetos na esquina da rua Monte Fugi, no bairro Conde Vila Verde.

O morador da região bateu na baia da esquina pra trocar uma ideia com os inimigos.  A conversa partiu pra pancadaria e no meio do enrosco Sidnei levou a facada nas costas.  Mesmo sangrando muito, ainda caminhou até a sua baiuca, no fim da rua, e pediu socorro aos bombeiros. Os vermelhinhos fizeram os primeiros socorros e levaram o tiozinho pro Pronto Socorro do hospital da cidade da pedra.  Como a facada atingiu o seu pulmão, a vítima teve que ficar internada na unidade, mas não corre risco de morte.

  •  

Deixe uma Resposta