• Postado por Tiago

Uma operação da polícia civil pra guentar mercadorias roubadas terminou com dois presos ontem à tarde. A suspeita era de que bandidinhos andavam escondendo quinquilharias num sítio, mas o que os tiras encontraram foi uma caranga que tinha sido levada num assalto no início da semana, em Itajaí. Dois homens que tavam por ali na hora do atraque ganharam uma temporada atrás das grades.

Os homisdalei tinham a informação de que o tal sítio, que fica na localidade de Vila da Pedra, nos Macacos, tava recheado com bagulhos que uma quadrilha conhecida da city andava guardando. Mas eles acabaram dando de cara com um Vectra chiquetoso, modelo novo, prata. A caranga tinha sido surrupiada na segunda-feira, em frente a uma academia de Itajaí.

O dono da chácara, Jalisson Ferreira do Nascimento, 26 anos, negou estar envolvido na treta. O cara, muito prestativo, disse que aceitou guardar o carro por uns dias. Outro que tava no local era Maicon Noveletto, 21. Ele contou uma história doida pra tentar escapar da jaula.

Disse que tava numa praça de Cambu quando um homem parou o Vectra e ofereceu R$ 1,5 mil pra que ele o mocosasse. Maicon jura que, muito tanso, aceitou a oferta. As desculpas não colaram e os dois acabaram no xilindró.

Clonagem

Já Anderson Rosa rodava num carro clonado. O Honda Civic tinha sido furtado no Rio Grande do Sul e ganhou as placas MJJ-0102 (Rio do Sul), que são fajutas. O cara foi levado pra depê, mas acabou sendo liberado.

  •  

Deixe uma Resposta