• Postado por Tiago

INTERNA_11_-Dengue-armadilha_foto-arquivo

Bagrão da prefa diz que tem armadilhas por toda a cidade

A moradora do bairro Fazenda, Maria Helena Gonçalves de Almeida, 32 anos, tá querendo saber por onde andam as pessoas que entregavam panfletos de orientação sobre a dengue em Itajaí. Ela lembra que no ano passado, assim que o calorzão apareceu, os barnabés da secretaria de Saúde já tavam pelas ruas orientando o povão. Neste ano, até agora, Maria Helena não viu ninguém.

Pra dona de casa, mãe de dois meninos em idade escolar, já passou da hora de começar a orientar o povão da cidade sobre o risco da dengue. ?Os últimos dias foram muito propícios pro mosquito se reproduzir. Tivemos dias de chuva e de sol quente?, opina.

Maria Helena chama a atenção da prefa e fala que o puxão de orelha não tem ligação alguma com política. ?Não é querer pegar no pé, só que acho uma necessidade. A dengue é uma doença séria e precisa de uma atenção especial?, alerta.

Orientações rolam o ano todo

Lúcio Pereira Vieira é o coordenador do programa contra a dengue em Itajaí. Ele diz que o combate ao mosquito transmissor da doença é feito durante todo o ano. ?Empresas, a rodoviária e o porto, por exemplo, recebem a visita dos nossos profissionais toda a semana?, afirma.

Lúcio explica que os barnabés coletam as amostras das armadilhas espalhadas pela cidade e levam para o laboratório, que analisa a existência ou não de larvas do mosquito. Além disso, palestras sobre como evitar a doença estariam sendo feitas nas escolas peixeiras. ?A campanha contra a dengue, com panfletos nas ruas e tudo mais, é intensificada na temporada de verão. Inclusive, já estamos preparando o nosso uniforme e programando o dia ?D? contra o mosquito?, informa.

Lúcio explica que o ambiente preferido do mosquito é onde tem calor, água limpinha e parada. Por isso, a dica é pelo menos uma vez por semana dar uma bizolhada no seu quintal e eliminar tudo o que possa ajudar a reprodução do bicho. ?Vasos de planta com água devem ser eliminados. É melhor optar pela areia. Garrafas e pneus também não devem fazer parte do quintal?, orienta o bagrão.

  •  

Deixe uma Resposta