• 04 set 2009
  • Postado por Tiago

topo-pirão-de-água-com-linguiça

Não dá pra sisquecer do pirão d?água com linguiça. É só botar a água pra ferver e acrescentar a farinha aos poucos até escaldar. Bota umas rodelas de linguiça na chapa e põe pra dentro!

?Farinha pouca, meu pirão primeiro, fia!?

Palpiteira da Caninana descobriu que nem só de jacuva vive este prato que, de coadjuvante, virou estrela na Barra Velha

dese-dona-fausta-pirão-de-nylon

Olá, meu povo que se criou na base do pirão de náilo com peixe frito, como passaram a semana? Animados com a festança danada de boa que começa na Barra Velha a partir de hoje?! Pois eu me preparei maneirando na comida de todo dia pra poder me fartar de pirão no fim de semana. Afinal, como disse o poeta, toda forma de pirão vale a pena, se a fome não for pequena.

Mas como assim?! Existe pirão que não seja de caldo de peixe, água ou feijão? Eu também não sabia, minha filha, mas a verdade é que dá pra fazer pirão de praticamente qualquer coisa. Pra isso, bastam duas coisas: líquido quente e farinha de mandioca. Os antigos da Armação do Itapocorói comiam até pirão de café, gente! E os mais preguiçosos faziam com água fria, uma pasta chamada jacuva.

Já o pirão d?água escaldado ganhou o apelido de náilo por causa do nylon das redes de pesca. Como dizia meu finado pai, pescador dasantigas: farinha é o ?pó sagrado?, que matou a fome dos primeiros colonizadores portugueses que, por sua vez, aprenderam com os índios a fazer de um tudo com mandioca, já que não tinham trigo.

No nordeste, por exemplo, é muito comum fazer pirão de guaiamum, que é um tipo de carangueijo. E não fica só nisso. Eles também fazem pirão de pitu (um tipo de camarão parecido com lagosta) e pirão de leite, que servem com carne de sol, parecido com carne-seca, só que mais macia e suculenta. Ao contrário do que possam imaginar, o pirão de leite não é doce. Ele é feito com gordura de carne pra dar sabor e leite fervido. E tem o pirão de parida, que é feito com caldo de galinha, recomendado pras mulheres de resguardo. Pirão é cultura!

Churrasco de igreja

Na terra do pirão na Santa & Bela, o cozinheiro de mão cheia Malmede da Cunha chega a servir dois mil pratos de pirão de carne com churrasco durante a festa. Ele dá a receita: ?Eu faço pirão com um quilo de músculo com osso, que deixo fervendo umas três horas até desmanchar. Em outra panela, refogo duas cebolas, dois tomates e cebolinha, acrescento o caldo da carne, dois cubos de caldo pronto e bato no liquidificador. Depois volta pro fogo e ferve uma meia-hora. Só coloco farinha na hora de servir?.

Ele também serve pirão com linguiça, outro must da cozinha pop brasileira. Malmede não usa linguiça de churrasco, e sim daquela de Blumenau, que muita gente come com pão. ?E coloco na grelha ou no forno envolvido em papel pardo de embrulhar pão. Daí a linguiça não estoura e preserva o suco?, ensina. Malmede também serve pirão com churrasco, mas não à moda gaúcha. ?É tipo churrasco de igreja: um belo pedaço de alcatra temperado com limão, cebola, alho, cominho, pimenta e cheiro verde?.

Lá pras bandas da Armação

Outra cozinheira tarimbada, a dona Ruth, 69 anos, contou o segredo do pirão de camarão, que ela servia no restaurante da Armação: ?Primeiro faço o ensopadinho com meio quilo de camarão sete barbas, cebola, tomate, alho, alfavaca, cheio verde, colorau, sal, pimenta e azeite de dendê. Depois coloco um litro de água quente, desmancho uma xícara de farinha numa caneca com água fria e vou despejando aos poucos no ensopado, que fica fervendo em fogo brando?.

Para fazer um pirão de caldo de peixe daqueles, dona Ruth ferve cabeças de peixe num panela perfumada com alfavaca. Coa o líquido e reserva. Depois, frita cebola, tomate e as postas de peixe, que pode ser corvina. Tempera com sal e pimenta. Acrescenta uma chaleira de água quente e o caldo de peixe. Quando estiver fervendo, coloca farinha no prato e conchas de caldo aos poucos no prato, mexendo vigorosamente. Bota duas postas de peixe em cima e é só correr pro abraço!

 

Pirão de bacalhau

pirao-de-bacalhau

Ingredientes

– 1 l de caldo de bacalhau

– Farinha de mandioca

– 500 gr de bacalhau

– 2 cebolas cortadas

– 250 ml de leite de coco

– Azeite a gosto

– Salsinha a gosto

– Coentro a gosto

– Azeite de dendê

– Pimenta dedo-de-moça.

Modo de Preparo: Em uma panela, junte a água de cozimento do bacalhau, o leite de coco e o azeite de dendê. Misture e reserve. Frite a cebola e tempere com pimenta. Desligue o fogo e adicione o bacalhau até se desmanchar. Ferva o caldo de bacalhau. Um truque pra não empelotar é retirar parte do caldo, acrescentar um pouco de farinha e voltar pra panela. Acrescente farinha até ficar cremoso. Tempere com salsinha, coentro e sirva fumegando.

Pirão de leite

pirão-de-leite-com-carne-de-sol

Ingredientes

1 1/2 Kg de carne de sol

2 colheres de manteiga

2 cebolas médias cortadas

2 dentes de alho

cheiro-verde a gosto

1 litro de leite fervido

2 colheres de gordura da carne de sol

2 xícaras de farinha de mandioca crua

Modo de preparo: Lave bem a carne e deixe de molho por algumas horas. Coloque a carne com a gordura para baixo e frite bem. Acrescente água pra cozinhar a carne. Depois de cozida, desfie e reserve. Faça um refogado na manteiga com cebola, alho e tomates. Junte a carne e refogue. Em uma panela, coloque a gordura da carne de sol e o leite e deixe ferver. Polvilhe a farinha de mandioca aos poucos até dar o ponto. Acerte o sal e polvilhe com cheiro-verde.

 

Pirão de parida

pirão-galinha-parida

Ingredientes

1 galinha gorda caipira

4 dentes de alho socados

3 colheres de manteiga

5 colheres de purê de tomate

250g de farinha seca

500g de batatas

1 cebola grande

2 tomates

Pimentão

Modo de preparo: Corte a galinha pelas juntas e frite com pimentão, tomate, cebola, extrato de tomate, alho e sal. Refogue bem e coloque um litro de água. Quando estiver fervendo, retire a metade e reserve. Ponha as batatas descascadas e cortadas na galinha. Acerte o sal. Ferva o caldo. Coloque a farinha em um pouco de água fria. Quando o caldo estiver fervendo, ponha a farinha e misture. Coloque a manteiga, e quando estiver soltando do fundo da panela, tá pronto.

 

Tutu de feijão

tutu-de-feijão

2 xícaras de feijão preto cozido

1 cebola pequena picada em cubinhos

100gr de bacon picado em cubinhos

3 dentes de alho picadinhos

1 xícara de cheiro verde picado(opcional salsão)

1 gomo de linguiça calabresa cortada em rodelas

Farinha de mandioca crua

Orégano,sal e pimenta do reino a gosto

Óleo de milho ou soja

Modo de fazer: fritar a cebola, o alho, o bacon e a linguiça em uma frigideira grande. Junte o feijão cozido com caldo, os temperos e o cheiro verde. Quando estiver fervendo, colocar farinha até ficar cremoso. Sirva com arroz branco, bisteca de porco, couve mineira refogada e ovo frito.

 

Pirão de queijo

pirão-de-queijo

Ingredientes

1 litro de leite

2 colheres de manteiga

1 cebola

2 alhos picados

2 xícaras farinha de mandioca

1 lata de creme de leite

1 xícara de queijo de coalho picado

1 xícara de queijo minas

2 xícaras de queijo ralado

3 colheres (sopa) de nata

Modo de fazer: Derreta a manteiga, acrescente a cebola e o alho para refogar e acrescente o leite. Em outro recipiente, misture de farinha com um pouco de leite, mexendo sempre, e despeje no refogado que está no fogo. Quando estiver cremoso, desligue o fogo e despeje o creme de leite, os queijos picados e a nata. Mexa bem e sirva acompanhdo de carne na chapa.

  •  

Deixe uma Resposta