• Postado por Tiago

O matador que mandou quatro balaços contra um desafeto sem dó nem piedade, em plena tarde de sábado, em Balneário Camboriú, vai se entregar hoje na depê. O advogado do cara procurou os homisdalei e avisou que ele deve pintar na área pra contar por que cometeu a crueldade.

A tragédia rolou por volta das 13h na rua Canelinha, bairro dos Municípios. André Danilo da Silva, 20 anos, foi peneirado nas costas, na perna e no braço, em frente a um dos predinhos populares construídos pela prefa, onde ele morava, quase na esquina com a Sexta avenida. Bizolhudos de plantão viram quando o assassino siscapoliu correndo, com um berro na mão.

Os bombeiros chegaram a ser chamados pra atender o rapaz, mas o coitado já tinha passado dessa pra uma melhor. Os meganhas e tiras da puliça civil pintaram na área, tentaram encontrar o matador sanguinário, mas não acharam nem sinal do cara. O corpo de André foi recolhido pelo pessoal do instituto Médico Legal (IML).

Depois de baterem um lero com a vizinhança, os homisdalei descobriram que o morto andava metido até os cabelos com a bandidagem. Ao que tudo indica, o carinha tava vendendo porcariada pros viciados da região. Ele também responde a uma renca de broncas por ameaças e agressão, da época em que ainda era dimenor.

O delegado Arthur Nitz, que ficou com a responsa pelo caso, ainda não sabe dizer se as tretas em que André tava envolvido podem ter causado sua morte. “Vamos esperar pra ver o que diz o suspeito, pra esclarecermos o assassinato”, disse. Por enquanto, o dotô não quis revelar a identidade do matador.

  •  

Deixe uma Resposta