• Postado por Tiago

A Polícia Federal de Itajaí torrou na manhã de ontem, em Joinville, 320 quilos de drogas apreendidas nos últimos anos e que foram liberadas pela justiça pra virar cinza. Toda essa bagulhada é fruto de atraques feitos na área que a delegacia peixeira atende, que abrange 53 cidades. As porcarias que foram queimadas eram dos mais variados tipos, como maconha, cocaína, crack, êxtase, LSD entre outras.

Eram mais ou menos 9h da manhã de ontem quando os policiais federais da delegacia de Itajaí tavam na Cerâmica Geraldi, em Joinville, prontinhos para queimar os 320 quilos de drogas. Também participaram da operação policiais da cidade das flores.

O local já recebeu outras incinerações da polícia federal peixeira, que prefere levar as porcarias pro norte do Estado por questão de estrutura e segurança. O delegado Geraldo Barizon Filho explica que em Joinville a estrutura é maior, tornando mais prática e rápida a queima das porcarias. Além disso, os federais consideram o lugar mais seguro, já que tanta droga junta possui um valor alto.

Foram 65 inquéritos ao longo dos últimos anos originados da porcariada queimada. As drogas que viraram cinza são de apreensões que ocorreram de 1997 até o ano passado. Para dar um fim nas drogas, a Polícia Federal precisa da autorização da dona justa, já que a bagulhada serve de prova para crimes de tráfico. Em agosto do ano passado, a Polícia Federal de Itajaí queimou 1,6 tonelada de drogas guentadas em 40 operações.

  •  

Deixe uma Resposta