• Postado por Tiago

Carretas tavam escondidas no interior de Camboriú em um galpão

Puliças da central de investigações de Balneário Camboriú recuperaram ontem duas carretas que tinham sido tomadas em assaltos na Santa & Bela e no Paraná. As baitas tavam mocosadas num galpão do bairro Rio Pequeno, em Cambú. Uma delas tava carregada de madeira e outra de bobinas de papel. Juntas, as cargas valem mais de 100 mil reales.

Os tiras receberam a informação de que a carreta, placa MGB-9292 (São Miguel do Oeste), que tinha sido levada de um caminhoneiro quinta-feira, durante um atraque na BR-116, na entrada de Curitibanos, poderia estar escondida na região. Depois de algumas bizolhadas, descobriram o tal galpão, que fica pertinho do balança-teta Rancho Maria?s, na rua Rio Mamoré. No local funciona a empresa ANC Comércio e Transportes.

Ontem de manhã os homisdalei resolveram pintar na baiuca e tiveram uma surpresa. Além da carreta roubada em Curitibanos, recheada de madeira, também tava dando sopa por ali uma outra carreta, placa KUE-4790 (Telêmaco Borba, PR), carregada de bobinas de papel.

Bastou os tiras baterem um papinho com a puliça do Paraná pra descobrirem que essa segunda carga também tinha sido tomada em um assalto na cidade de Balsa Nova (PR), uma semana atrás. Os dois atraques rolaram de maneira muito parecida. Tanto na Santa & Bela quanto no estado vizinho. Nos crimes, foram rendidos caminhoneiros, que não tiveram seus nomes divulgados pela polícia, e que deram uma paradinha na estrada pra esticar as canelas. Foi o tempo que os malacos precisavam pra meter o assalto. Os trastes renderam os motoristas com um berro e os amarraram no meio do mato. Os coitados só puderam se soltar no dia seguinte, depois que a carga já tava bem longe.

Bizolhadas continuam

As carretas tão no pátio da central de investigações, à espera dos donos. O delegado Eliomar Beber, que comandou a operação, ouviu ontem o dono do galpão, que tava alugado pra transportadora ANC. O responsável pela empresa poderá ser indiciado por receptação de carga roubada. As investigações dos assaltos correm nos municípios onde rolaram os atraques.

Encontradas!

Os milicos peixeiros recuperaram domingo, na Canhanduba, duas cabritas que tinham sido surrupiadas pela bandidagem peixeira. O povão da região bateu um fio pros milicos, que foram até o bairro onde encontraram as motocas.

As cabritas tão no pátio da delegacia de trânsito, para serem devolvidas ao dono. Os meganhas encontraram a motoca, placa MCT-7984 (Navegantes), que tinha sido furtada no dia 29 de julho e a cabrita, placa MDI-7408 (Itajaí), que foi surrupiada no dia oito de do mês passado. A polícia chegou a levar dois suspeitos pra delegacia, mas eles foram liberados por falta de prova. Os suspeitos teriam sido denunciados pelo caguetas de plantão, que disseram onde as motos tavam escondidas.

  •  

Deixe uma Resposta