• Postado por Tiago

INTERNA-POLÍCIA-PAGINA-CINCO---ABRE-p---2-kg-de-maconha---presos

Trafica é velho conhecido da polícia, mas era mais liso que jundiá

A casa caiu pra uma dupla de traficas de Camboriú. Os caras entraram na dança dos enjaulados depois que foram flagrados com mais de dois quilos de maconha. Os homisdalei deram um atraque numa casa e numa quitinete da rua Monte Pirineus, no bairro Monte Alegre, e não deixaram nem um matinho da erva do Bob Marley pra contar história.

Passava das 19h da noite de terça-feira quando a equipe de investigação da polícia civil recebeu a informação que a venda de porcariada tava rolando solta na rua. Os homisdalei sijuntaram com a galera da Central de Operações Policiais (COP) e da força-tarefa que tá dando uma força no combate à bandidagem da city e baixaram no local.

Na moita, os puliças comprovaram o vai-e-vem de viciadinhos na área. Pra não perder o flagrante, botaram a porta da casa de Laurindo Martins Neto abaixo e encontraram 700 gramas de maconha com o sujeito. Farejando que tinha mais droga por lá, os policiais resolveram atravessar a rua pra dar uma batida numa quitinete que também era frequentada por Laurindo.

Os tiras reviraram o cubículo de cabeça pra baixo e encontrram dois tabletes pesando um quilo de maconha cada, guardados dentro de uma mochila. Laurindo e o dimenor, J. M. C., 15 anos, que estava junto com ele, receberam o teje preso e foram levados pra trocarem uma ideia na delegacia da cidade da pedra.

Depois de muito blablablá, o menor assumiu a bronca e disse que a drogalhada era sua. Apesar da confissão, os policiais não caíram na história da carochinha e deram um flagrante de tráfico de drogas pro moleque e pro Laurindo. O homem já é conhecido dos puliças por envolvimento com o tráfico de drogas na região, mas é liso pacas e até ontem não tinha sido fichado pelo crime. Agora terá que dividir espaço com os presidiários do superlotado cadeião de Balneário Camboriú.

Já o dimenor é figurinha carimbada da delegacia. Volta e meia dá as caras por lá por envolvimento com a venda de drogas ou assaltos. Ele é de Camboriú, mas estava foragido do Centro de Internamento Provisório (CIP) de Floripa e já tinha até um mandado de prisão no lombo. Como é menor de idade, o trafica-mirim foi encaminhado pro fórum da comarca pra justa decidir o que deve ser feito com ele.

  •  

Deixe uma Resposta