• Postado por Tiago

Os assaltantes L.R.B., 26 anos, e um menor de 17 anos foram presos pelos milicos peixeiros, por volta das 22h da noite de terça-feira, acusados de terem assaltado o Brava Conveniência, na praia Brava. Os bandidos fugiram numa cabrita encontrada abandonada. Os trastes trocaram a moto por um Gol, mas não conseguiram se livrar dos homisdalei. Os malacos chegaram ao comércio armados de revólver, capacete na cabeça e anunciaram o assalto. Os caras fugiram levando R$ 300.

A polícia foi chamada e começou a fazer rondas pelas ruas da praia Brava. Quando a PM tava na rua Flamboyant, uma testemunha disse que viu dois trastes de capacete abandonando uma motoca com placa de Camboriú e entrando num Gol branco, duas portas, modelo antigo. Com a informação, os homisdalei intensificaram as buscas para tentar encontrar os bandidos.

Quando tavam se preparando para recolher a motoca abandonada tiveram a maior surpresa. Um carango parou ao lado da cabrita, mas ao ver os milicos, o traste meteu o pé no acelerador. Os milicos colaram no carro, que saiu em alta velocidade.

Quando a perseguição chegou à rua José Medeiros Vieira, próximo à lagoa que divide os dois lados da praia Brava, a caranga dos safados deu de cara com os materiais de uma obra da rua. Os trastes saíram correndo desesperados em direção à lagoa, mas a fuga não durou muito.

Além de terem se lanhado, deram de cara com outra baratinha no Canto do Morcego. Depois de identificados, os meganhas levaram os dois caras de pau pra 2ª depê. A vítima não foi localizada para fazer o reconhecimento dos bandidos, nem para registrar a ocorrência.

Camboriú

Em Camboriú, a bandidagem perdeu totalmente a noção. Ontem à tarde um malaco teve a coragem de assaltar um menininho de 11 anos que vendia picolés no bairro Areias. O traste foi preso em flagrante e levado pra ver o sol nascer quadrado.

A judiaria rolou por volta das 15h. Clayton Mera, 20 anos, fingiu que tava armado e lascou o mãos ao alto pro garoto D.S., que tava com um carrinho de picolés.

O pobrezinho foi obrigado a entregar toda a grana que tinha, cinco pilas, pro mulambento. Por sorte os milicos conseguiram guentar o vagabundo no flagra.

  •  

Deixe uma Resposta