• Postado por Tiago

INTERNA-CANTO-PAG-22---s---keko-e-nelsinho-volei-de-praia---divulgação

Keko e Nelsinho precisam passar pelo torneio classificatório

O Circuito Banco do Brasil de Vôlei de Praia, considerado o mais difícil do mundo, continua firme e forte no Nordeste brasileiro, e com ele as duplas catarinenses. Na última etapa, que rolou em Teresina, capital do Piauí, há 10 dias, Keko/Nelsinho e Josi/Leize saíram de lá com resultados iguais: uma vitória e duas derrotas, que eliminaram as duplas na segunda fase do torneio principal. A única diferença foi que a parceria masculina teve que passar pelo torneio classificatório, ganhando um jogo, antes de garantir vaga no principal.

A mesma coisa acontece agora, mas com as duas duplas. Antes dentro do torneio principal, Josi e Leize perderam alguns pontos pela campanha na última etapa e voltaram pro qualifying. Menos mal que elas tão em terceiro no ranking dessa fase, com 640 pontos. Com isso, basta vencer apenas um joguinho pra passar pra fase principal, onde a última dupla colocada tem 760 pontos.

A mesma coisa rola com os homens. Mas como é a primeira dupla colocada pro qualifying de Fortaleza, com 720 pontos, somente 80 pontos atrás da última parceria que tá no principal, Keko/Nelsinho também tem a vantagem de precisar vencer apenas uma partida pra entrar divez entre os melhores.

Pela programação do torneio, as duas duplas catarinenses estreiam hoje, quando começam as fases classificatórias, a partir das 9h. Os catarinas vão brigar pelas últimas 16 vagas no torneio principal, nos dois naipes, que começa sexta-feira e vai até domingo, dia das finais.

Diferente dos quatro catarinenses que precisam jogar o qualifying, quem tá diboa no torneio principal é o atleta de Itapema, Thiago Santos. O carinha, que forma dupla com Jan, do Pará, mandou baita bem na última etapa, ao ficar de fora da semifinal só porque perdeu pra dupla vice-campeã olímpica, Márcio/Fábio Luiz. Em Teresina, Thiago chega no ranking principal na sexta colocação, com 1040 pontos, ainda com chances de conquistar o título brasileiro.

  •  

Deixe uma Resposta