• Postado por Tiago

O repique da Bovespa

O primeiro pregão de fevereiro decidiu dar um alento aos investidores a partir de boas notícias vinculadas ao noticiário local e no setor externo. Mas durou pouco. Agora, já parece um consenso para os grafistas que a baixa está a caminho. A Bovespa, após consolidar um suporte na faixa dos 64.500, não teve forças para repicar, apesar do estado sobre-vendido. Esse é um comportamento típico de baixa, com quedas fortes e com volume e repiques fracos com baixo volume.

A situação externa

O produto interno bruto (PIB) americano apresentou forte expansão no quarto trimestre do ano passado, apesar do resultado anual ter ficado em -2,5 %. As medidas do presidente Obama, no que se se referem ao orçamento, deixam claro que as medidas que estão impulsionando a economia não podem parar (ainda). Em resumo, o momento é de severidade na condução da política econômica e aumento de impostos na terra do Tio Sam.

Reformulação do sistema financeiro

O assunto que vai dar muito pano para manga é a proposta de regulamentação do sistema financeiro internacional. Uma necessidade, sem dúvida, que demanda esforços urgentes de todos os países que neste momento têm feito excessivos gastos para a manutenção da atividade econômica a custo dos seus orçamentos. Esses déficits são outro problema que terão que ser tratados em paralelo, para que não gerem novas especulações em um momento ainda delicado para a economia mundial.

As mudanças propostas…

… vêm em linha com uma política de restrição dos grandes salários dos executivos, que ganham por resultados e acabam gerando distorções nas políticas de condução dos bancos. Ocorre que, teoricamente, os executivos focam grandes ganhos no curto prazo e assim bombar seus salários. Então, entre as bolhas imobiliárias e derivativos que se formaram, acabaram por elevar sobremaneira estes ganhos que geram maior risco na condução do sistema de maneira geral. Na verdade estamos falando na ponta do iceberg…

Desvalorização do Real

A coluna já comentava a pancada que o setor exportador vem passando na gestão do governo Lula. Este assunto vem em linha com o crescente déficit das contas públicas brasileiras. Entretanto, o que o setor busca, na realidade, é uma desoneração dos tributos para a exportação. O certo é que ainda tudo está incerto nesta matéria. Há expeculações, apenas, de que novidades deverão aparecer nas próximas semanas.

Entenda o economês

Mercado sobre-vendido: trata-se de uma análise que operadores fazem com o índice de força relativa (IFR) para tomada de decisão. Por definição, acima dos 70 pontos, o mercado pode ser considerado “comprado”, sugerindo um ponto interessante de venda, e oscilações abaixo dos 30 pontos indicam que o mercado pode estar “sobrevendido”, indicando um possível ponto de compra.

Suporte: A zona de suporte indica uma área de congestão onde as compras e vendas se balizam no aguardo de condições mais propícias para avanços a novas áreas de resistências, dentro do dia a dia do mercado acionário. É algo assim: os investidores aguardam para ver se vale a pena comprar ou vender ações.

Edward Mundy é consultor financeiro da Mundy Intermediação & Finanças Corporativas [edward@mundyintermediacao.com.br / www.mundyintermediacao.com.br]

  •  

Deixe uma Resposta