• Postado por Tiago

Foi fraco o movimento durante a eleição do conselho tutelar de Balneário Camboriú. Poucas pessoas procuraram os três colégios do município pra dar o seu voto na chapa que irá encabeçar o conselho tutelar de agora em diante. Pros organizadores da peleja, a baixa procura do povão rolou porque este ano houve pouco envolvimento dos partidos políticos na votação.

A eleição começou às 8h e terminou às 17h. Disputaram as chapas “Braços Abertos” e “Sonho de Criança”, que têm cerca de 30 integrantes que atuam como psicólogos, assistentes sociais e profissionais do direito.

Embora qualquer eleitor de Balneário pudesse dar o seu voto, foi fraco o movimento nos locais de votação: as escolas Alfredo Domingos da Silva e Presidente Médici e na Univali. Diferentemente de anos anteriores, o povão preferiu ficar em casa ao invés de lotar a frente dos colégios segurando bandeiras das chapas e pedinchando votos.

Até mesmo as 28 sessões eleitorais estavam às moscas. Os 84 mesários e os 56 fiscais de cada chapa tiveram que segurar os zóios com palitinho pra não dormir em cima da mesa. Apesar de terem sido impressas 10 mil cédulas, os organizadores da eleição, esperavam na tarde de hoje que umas duas mil pessoas dessem as caras pra votar. Um número três vezes menor que o registrado na eleição de 2008.

Continua na edição de amanhã do DIARINHO.

  •  

Deixe uma Resposta