• 23 jun 2009
  • Postado por Tiago

JOGO DOS NÚMEROS

Leitor de carteirinha da coluna faz a seguinte colocação: um ponto de ônibus em Itapema sai por quase “13” mil reais; no Balneário fica em “15” mil; na Penha “45” mil. Fez, obviamente, alusão aos números dos partidos dos prefeitos dos respectivos municípios (PT, PMDB e PSDB).

E O PCdoB?

A grande preocupação é sobre os camaradas comunistas. Já pensou quando um deles chegar ao poder em alguma prefeitura. Levando-se em consideração que o número do PCdoB é 65, antevê-se que este será o valor de um ponto de ônibus.

EM BAIXA

Confirmando o divulgado por este bocudo, Edson Periquito anda em baixa entre os seus colegas prefeitos peemedebistas. Assim que tomou posse, o prefeito-ave festejou a sua futura aclamação como presidente da Associação de Prefeitos e Vices do PMDB, com direito a notinha em jornais e tudo mais. No encontro de Videira, o escolhido foi Wilmar Carelli, que foi o anfitrião do evento.

FORA

O prefeito do mais importante balneário do Sul do Brasil sequer foi lembrado para compor a diretoria da entidade composta por 15 membros. Não menosprezando, mas até a prefeita Maria Luiza Kestring Liebsch, de Mirim Doce, pequeno município do Alto Vale, integra a tal diretoria.

CONFIRMA

Periquito foi deixado de escanteio. Vive um inferno astral na política balnear, como diria o saudoso Olindor Ribeiro de Camargo. Pesquisa encomendada por quatro partidos, e que tive oportunidade de comentar aqui, atesta esse fato.

DIPLOMA

Não posso deixar de comentar sobre a extinção da exigência do diploma de jornalista para o exercício da profissão. Acredito que o próprio sindicato tenha grande parte de parcela sobre o ocorrido, pois não colaborou na fiscalização, cobrando das empresas empregadoras o diploma ou, pelo menos, o registro profissional. Enfim, o peleguismo imperou no sindicalismo, deixando a desejar até mesmo nas negociações salariais. Por aqui, vamos continuar assistindo a ação de verdadeiros achacadores que se intitulam jornalistas.

VERGONHA

A coisa é tão vergonhosa em nossa região no meio jornalístico que tem picareta que se intitula jornalista e exerce a função de assessor de imprensa em três ou quatro entidades, sem ganhar ao menos o piso salarial da categoria em nenhum deles. O sindicato? Está tão preocupado, que o representante na cidade tem até banner em seu site de uma das entidades que dá guarida a esse tipo de gente.

SAÍDA HONROSA

Para o Sindicato dos Jornalistas, uma saída honrosa seria unificar a categoria com os radialistas e gráficos. Fui defensor dessa proposta junto ao Sinjac (Sindicato dos Jornalistas do Acre). Seria a forma de lutarmos por melhorias das condições de trabalho e, principalmente, do piso salarial.

DESCONTO

Vereador Roberto Souza Júnior descobriu a pólvora: quer que o legislativo desconte na folha de pagamento dos vereadores os dias que não comparecerem. A vereadora Christina Barichello, certamente, teria alguns dias descontados.

É ELA

Até que não gostaria de comentar sobre a minha amiga Christina. Só que acabo de receber uma foto em que ela, no plenário, está falando ao celular, coisa que o presidente Moacir Schmidt não aceita. Se repetir a dose na reunião desta terça-feira poderá ser convidada a se retirar, ou até algo mais punitivo. Afinal de contas, são os interesses do povo que devem ser debatidos naquele local e não fofocas ao telefone.

HOSPITAL

Prossegue a novela Hospital Municipal Ruth Cardoso, que como costumam afirmar trata-se de um problema de falta de competência. Para aliviar sua barra, o prefeito Edson Renato tenta jogar a culpa pela não abertura do hospital no secretário Dado Cherem.

CAIU DO CAVALO

Mas semana passada, o senhor prefeito caiu do cavalo. No dia anterior ao encontro com o governador Luiz Henrique anunciou que iria tratar sobre o hospital e o centro de convenções. No release sobre o resultado da visita, no entanto, a assessoria de imprensa do executivo não fez nenhuma menção sobre o hospital na conversa entre Periquito e o governador.

CUSTEIO

Pelo o que ficamos sabendo, o governador Luiz Henrique da Silveira disse um sonoro não ao prefeito quando consultado sobre a possibilidade do governo estadual manter o custeio do Hospital Municipal. Luiz Henrique afirmou exatamente o que Dado Cherem tem afirmado. Traduzindo, mandou Periquito se virar, ou melhor, trabalhar.

COMPETÊNCIA

A administração do Hospital Ruth Cardoso é coisa de competência e quem acompanhou a campanha eleitoral deve lembrar que o presidente do PMDB, na época, veio a Balneário Camboriú afirmar que Edson Renato era a pessoa certa para cuidar da saúde. “Ele será o prefeito da saúde”. Vamos ter que chamar o Pinho Moreira para se explicar. Ou foi por isso que levou uma vergonhosa derrota em sua região, no sul do Estado?

NA CAPITAL

Prefeito Albert Stadler, o Currú, de Porto Belo, viajou para Brasília. Vai tratar da construção de marginais na BR-101. Levou a tiracolo o secretário de Turismo Alexandre Stodick. Está de olho nos R$ 20 milhões que, segundo o deputado José Carlos Vieira (DEM), está à disposição para obras na orla. Faltam apresentar os projetos para a efetiva liberação dos recursos.

NOVA MATRIZ

Importante rede de lojas de móveis e eletrodomésticos anuncia mudança estratégica para a região. Vai deixar a serra e montar aqui toda a sua estrutura burocrática e de distribuição dos seus produtos. Segue exemplo da Rede de Supermercados Angeloni, agora Carrefour.

MERECIMENTO

O competente assessor de projetos especiais da Amfri, engenheiro João Luiz Demantova, foi convidado para integrar a equipe de um parlamentar de Santa Catarina em Brasília. Deve, nos próximos dias, anunciar sua saída do órgão representativo dos 11 municípios da região da foz do Rio Itajaí Açu. Perde a região e ganha o deputado e o estado que terá, no Distrito Federal, um profissional que conhece todos os trâmites burocráticos do Governo Federal.

BOM PAPO

Conversei neste início de semana com o médico Valdir Klein, de Itapema. Também com o Massolin, ex-vereador, e o Joel, vereador de Porto Belo. Visitei também a Penha e troquei ideias com a Osmarina e o Anderson, da Rádio Comunitária Pérola. De quebra, lá pras bandas da Armação do Itapocoroy, falei com o Reginaldo Waltrick, secretário de Planejamento da prefeitura. Têm notícias boas e ruins que em breve virão à tona.

CONHECIDO

Sabe quem foi visto circulando em Balneário Camboriú ocupando uma potente caranga? O piloto Floriano, aquele do helicóptero da Barra Sul, que se tornou famoso pela prisão ocorrida há uns dois ou três anos, apontado como importante membro de poderosa quadrilha narcotraficantes.

POBRE

E há quem diga que o traficante perdeu tudo o que tinha e que levou um baita fora até da mulher, que ficou com o que a PF não apreendeu. Será que vai voltar a trabalhar para recuperar o antigo status?

  •  

Deixe uma Resposta