• 15 set 2009
  • Postado por Tiago

AUDIÊNCIA

Está confirmada para esta quarta-feira a audiência pública que vai definir a implantação da guarda municipal armada e pronta para atirar em Balneário Camboriú. O secretário de Segurança, vereador licenciado Nilson Frederico Probst (PMDB), fez divulgar na imprensa números que merecem análise da comunidade.

CUSTO

Para a contratação dos 60 guardas municipais e dos oito cargos de confiança que serão criados, a prefeitura gastaria mais de R$ 365 mil por mês. E aí o Nilson comete o primeiro, diria eu, “equívoco”, ao afirmar que o gasto anual inicial seria de R$ 1.399.690. A não ser que o ano do Nilson tenha apenas quatro meses…

REAL

Como o ano fiscal, religioso, festivo e o escambau tem 12 meses e mais o décimo terceiro salário pra melhorar a ceia de Natal, é só multiplicar o valor mensal por 13 e teríamos quase que R$ 5 milhões por ano. Isso sem contar os 40% das férias, etc…

MAIS GASTOS

“Ao ser empregado um total de 200 contratações, o percentual sobre o orçamento anual subiria apenas para 1,99% , representando um investimento de R$ 4.665.500”, disse o Nilson, referindo-se à etapa em que a guarda estará com todo o seu efetivo. Equivocou-se mais uma vez, é péssimo em matemática ou um mentiroso nato (deixo a palavra para o delegado Ademir Serafim, que se mandou do PMDB). Se levarmos em consideração que cada guarda custaria mais de R$ 6 mil mensais, teríamos um total superior a R$ 1,2 milhão por mês. São quase R$ 16 milhões por ano.

ARMADOS

Um questionamento que, se permitirem, vou fazer na tal audiência pública, é sobre qual a competência da GM. Ela será patrimonial (vai zelar pelos bens e equipamentos públicos) ou fará policiamento ostensivo competindo diretamente com a Polícia Militar?

PARTICULAR

A título de colaboração, solicitei a uma empresa de segurança privada para fornecer um orçamento sobre o custo dos vigilantes. A proposta está em meu poder para quem interessar possa. Para cada grupo de quatro vigilantes treinados e armados o município desembolsaria menos de R$ 10 mil por mês, ou seja, menos de R$ 2,5 mil por cada profissional. E existe ainda negociação para menos, como deixou claro o consultor ouvido por este bocudo.

EQUIPADOS

E, neste caso, o município não teria que arcar com as despesas de uniforme, viaturas, armas, munição, treinamento, etc… Isso significa menos do que um terço do valor que a prefeitura gastaria com a Guarda Municipal.

O MELHOR

Por isso, é louvável a iniciativa de se promover a audiência pública. Afinal de contas, o povo vai decidir se o melhor atualmente é investir na segurança ou na saúde pública.

O PIOR

Não querendo saber da opinião da comunidade, o prefeito Edson Renato Dias encaminhou pedido de urgência para a Câmara e o projeto de criação da guarda entra em discussão na reunião da tarde desta terça-feira. É como diz a líder do prefeito, a camarada Christina: “é o prefeito quem manda e fim de papo”.

REAÇÃO

Agora vamos esperar para ver a reação dos nobres vereadores. Quero ver se realmente é o Periquito quem canta de galo nesse terreiro.

GRANADA

O voluntário Lucas Martins, acadêmico da Univali, participava do Dia Mundial da Limpeza do Litoral, no final de semana, quando foi surpreendido com a localização de uma granada na ilha do Pescador, foz do rio Camboriú. O local certamente é usado por traficantes para negociar e entregar droga.

FIÉIS EM ALERTA

Depois que o Betinho e a equipe da Vigilância Sanitária tentaram impedir as missas por conta da gripe do ronca e fuça, agora são os tiros que estão apavorando os fiéis da Igreja Matriz Santa Inês. Domingo à noite pelo menos três tiros foram ouvidos na área do estacionamento, que serve também para quem frequenta o camelódromo. Motorista não quis ser extorquido pelos flanelinhas e mandou bala. Um carro foi atingido.

ORÇAMENTO

A bancada federal catarinense começou nova peregrinação nos ministérios para reverter aquele corte nas emendas ao orçamento. O assunto foi abordado na sexta-feira passada no Porto de Itajaí, entre os deputados João Matos (PMDB) e Paulinho Bornhausen (DEM).

MUDANDO

Um importante empresário da comunicação de Balneário Camboriú está mudando de partido. Não quer ser mais ser “demo”. Deve deixar a sigla do Jorge Bornhausen nos próximos dias. O convite já foi feito para que ele ingresse no PP do Esperidião Amim. É um namoro que pode terminar em noivado e até em casamento.

JUSTIFICANDO

“Sai do PSDB porque estava descontente com o partido”. A afirmação é do Eduardo Krewinkel que foi, em um passado não tão distante, uma das principais figuras do governo do alemão Rubens Spernau na prefeitura do Balneário. Só nessa saída ele já subiu alguns degraus na administração de Periquito rumo ao trono central do reino da Dinamarca.

SEM PARTIDO

Pra não deixar a tucanada mais bicuda do que já está, Krewinkel disse que não pretende ingressar em outro partido. Pretende se dedicar à carreira e quer ser professor universitário. Se for na área de administração pública, deve ser o titular da cadeira: “como conseguir embromar duas administrações distintas”. O exemplo é o hospital municipal, que na administração anterior estava pronto

A FRASE

“Quem quiser construir na cidade, não precisa falar com o secretário ou com algum diretor, terá que observar o Plano Diretor”. Claudir Maciel, secretário de Planejamento do balneário mais belo no sul do mundo.

IGREJINHA

Como perguntar não ofende, gostaria de saber se já foi autorizada a construção de mais um arranha-céu na rua 2300, entre as avenidas Atlântica e Brasil, no local onde existe a pioneira e histórica Igreja Luterana.

IRREGULAR

Passei pela avenida Central na manhã de ontem (descobri um cafezinho gostoso por apenas 75 centavos no Chico) e constatei que tiraram a placa do responsável técnico pela obra da esquina com a rua 1000. E isso porque mandaram informar que a fiscalização seria feita…

PULMÃO

E uma das últimas áreas verdes no centro da cidade está com os dias contados. Estão negociando, por R$ 50 milhões, aquele terreno onde está localizada a Pousada do Bosque, no início da avenida Brasil…

EXEMPLO

Bem no estilo “Arcângelo” (Leonel, vice do estado), o prefeito Sabino Bussanello, de Itapema, mandou detonar dois mil fogos de artifício para iniciar um trechinho do calçadão da Meia Praia que fica entre as ruas 2005 e 215. É o PT aprendendo com os tucanos.

BOLINHA X PAVAN

Essa quero assistir de cadeira. O radialista Carlos Eduardo Mendonça Neves está sendo intimado para uma audiência conciliatória com o vice-governador Leonel Pavan no próximo dia 24. Como não vai haver acordo, a ação penal vai continuar. Pior para o companheiro Bolinha, que não é mais réu primário.

AUXÍLIO

Uma solicitação nos chega para que o dileto e querido amigo João Batista Leal, agora dono da caneta na Secretaria de Administração, dê uma olhadinha com carinho para a situação dos monitores de trânsito, os “laranjinhas” da EstaPar. Eles ganham apenas R$ 50 de auxílio alimentação, enquanto que os agentes de trânsito (aqueles pronto pra canetear) ganham o dobro do benefício e recebem quase três vezes mais de salário. Não deveria ser o contrário?

  •  

Deixe uma Resposta