• 13 out 2009
  • Postado por Tiago

ESTACIONAMENTO

A semana de trabalho, para a grande maioria dos seres humanos, começa hoje. Em Balneário Camboriú inicia com uma mãozada no bolso do motorista que estacionar o seu veículo nas avenidas Brasil e Atlântica e em ruas transversais do centro. A tarifa do Estacionamento Regulamentado de Veículos, vulgo EstarPar, passa de R$ 1 para R$ 1,25. Em uma canetada só o prefeito Periquito reajustou o valor em 25%. Acho que ele trocou o discurso: 25% era o que ele pretendia dar de reajuste aos servidores municipais.

ISENÇÃO

Enquanto isso, o prefeito-ave tenta aprovar na Câmara uma proposta que vai perdoar 90% dos valores de quem deixou de pagar os impostos municipais (IPTU, ISS, etc). Vai beneficiar os grandes tubarões da construção civil e alguns hoteleiros. É um prêmio de incentivo aos devedores e um chute no traseiro de quem faz das tripas ao coração para manter as dívidas em dia. É melhor não pagar e esperar pela anistia que sempre acaba aparecendo.

TABELANDO

Só para se ter uma ideia, quem deve um milhão vai pagar apenas R$ 100 mil. Para tentar inverter a situação, o vereador Orlando Angiolletti (DEM) quer tabelar a anistia em R$ 50 mil. Desta forma, os grandes devedores, que sempre se aproveitam dessa situação, não serão beneficiados.

COSIP

Enquanto isso, tem contribuinte que está recebendo a cobrança da Contribuição da Iluminação Pública em dobro. Está vindo na conta de luz e também nos carnês do IPTU. Muitos procuraram a prefeitura no início do ano para regularizar a situação. Até agora nenhum resposta, a não ser a comunicação extrajudicial de que serão incorporados na dívida ativa.

NÃO RESPONDE

Se já é difícil para a equipe da prefeitura responder os pedidos de informações (requerimentos) da Câmara, imagine as solicitações dos contribuintes. E enquanto o Periquito manda cobrar de uns, outros 16 mil, segundo o próprio prefeito, estão fora do sistema e não pagam nada.

CARLOTA JOAQUINA

“A mulher era quase horrenda, ossuda, com uma espádua acentuadamente mais alta do que a outra, uns olhos miúdos, a pele grossa que as marcas de bexiga ainda faziam mais áspera, o nariz avermelhado. E pequena quase anã, claudicante (…) uma alma ardente, ambiciosa, inquieta, sulcada de paixões, sem escrúpulos, com os impulsos do sexo alvoroçados”. Quem escreveu foi Octávio Tarquínio de Sousa, “História dos Fundadores do Império do Brasil”, sobre Carlota Joaquina Teresa Cayetana de Borbón y Borbón. Quer saber mais: vá até a locadora mais próxima e peça “Carlota Joaquina, a Princesa do Brazil”, de Carla Camurati.

PRINCESA

Aqui pelas bandas da Maravilha do Atlântico Sul, temos quem queira se comparar a Carlota Joaquina. “É difícil nesta cidade… Às vezes dá vontade fazer as malas e se mandar, igual Carlota Joaquina”, disse a vereadora Christina Barrichello (PPS) ao criticar parte da imprensa, inclusive e principalmente esse colunista, de coração tão puro e sem nenhuma maldade. Pelo jeito como andam as coisas, só falta a Christina tirar os sapatos e bater a areia…

CANDIDATO

Já estou somando o oitavo pré-candidato a deputado estadual nas eleições do próximo ano. O Peneira, do bairro Vila Real, mandou avisar que ingressou no PSL e vai disputar o pleito. É 17 o número do Partido Social Liberal.

BALADAS

O moço das baladas do Estaleiro, Cláudio Schurmann, pensa que é o dono do pedaço. Depois de uma manobra para assumir a presidência da associação dos moradores, reuniu um grupo para informar que as baladas vão continuar acontecendo e que no final de ano a festa vai rolar até o amanhecer.

PROBLEMAS

Vejam só com quem que o Schurmann se uniu para chegar à presidência da associação de moradores. Nada mais nada menos do que com o Ricardão, aquela gigantesca e folclórica figura, que deixou sua marca na presidência através das dívidas deixadas com a construção da Base Integrada de Segurança (BIS), embora tem gente que afirma que muito dinheiro foi arrecadado junto à comunidade e comerciantes.

ATÉ ELA

Até mesmo a Angelina Schneider, representando a Unibalc (União de Associações dos Moradores de Balneário Camboriú) contribuiu com a nova presidência da associação, numa eleição recheada de tumultos, agressões e ameaças.

PREPOTÊNCIA

E com prepotência, que não é de família, tem agitado o Estaleiro com suas festas na Estaleiro Guest House ou Beach Village, perturbando o sono de centenas de famílias.

ESTACIONAMENTO

Neste feriado as festas voltaram a bombar, embora durante o dia, por falta de público. No entanto, os abusos prosseguiram com a exploração dos estacionamentos, que gerou comentários durante reunião promovida pelo Ministério Público.

ABUSO DE PODER

Questionado por uma moradora do Estaleiro sobre quem havia autorizado, um elemento que desmatou um terreno para transformar em estacionamento exclamou que “sou irmão do vereador Asinil (Medeiros) e ele está providenciando o protocolo na prefeitura para eu trabalhar”.

AVISO

Na última reunião da associação de moradores, o meio de comunicação utilizado foi o ponto de ônibus. Colocaram avisos nos dois pontos de ônibus um dia antes da reunião, realizada no Bar do Valdir. Resultado: compareceram sete ou oito pessoas, que tiveram que engolir o aviso do Cláudio de que as festas vão continuar a rolar.

BARRA

A Barra, literalmente falando, não anda nada boa para a atual administração. E foi exatamente um dos maiores redutos da campanha de 2008 de Edson Dias.

DESABAFO

O presidente da Associação de Moradores do Bairro da Barra, Sérgio Silva, voltou a desabafar esta semana à imprensa e manifestou sua decepção com o atual prefeito. Acusou o governo municipal de não cumprir com as promessas de campanha e de não receber a comunidade.

PROMESSAS

Entre as promessas de campanha para o bairro da Barra consta inicialmente, com a máxima urgência, a construção de um pronto-atendimento 24 horas. Em seguida, um posto bancário e a construção de creches, assim como a construção de casas para os retirados do Morro da Pedreira.

REVOLTA

“Ele falava no palanque e no programa político de rádio e televisão que vaga nas creches é obrigação do governo e que assim que assumisse o governo não iria faltar vaga nas creches. Ele afirmava que se não houvesse vaga os pais poderiam matricular as crianças em escolas particulares e exigir o pagamento do próprio prefeito, pois era um compromisso dele com o povo. Hoje faltam vagas e ele não recebe o povo. Foge! Por isso nem compareceu na Festa do Pescador, pois não tem coragem de enfrentar as cobranças. Antes, na campanha, em qualquer reunião ele comparecia” desabafa Sérgio Silva.

LOCAÇÃO

A locação de um imóvel nas proximidades da BR-101 para implantar o PA 24 horas é outro ponto questionado pelos moradores: “O pagamento de R$ 5 mil mensais pode ser utilizado em outros benefícios e usar os lotes ao lado do atual posto de Saúde”.

  •  

3 Respostas to “Elias Silveira”

  1. proconbc Diz:

    Elias, acesse http://www.ame-estaleiro.blogspot.com

  2. proconbc Diz:

    Ah Elias…encaminharei também a relação de todos os presentes na Reunião da Associação de Moradores do Estaleiro… não foi apenas 9 pessoas… antes de criticar, PESQUISE AS INFORMAÇÕES… não seja leviano!

  3. proconbc Diz:

    Elias… o bairro do estaleiro é um dos únicos que não possui saneamente básico, telefone, e pavimentação, com excessão da Avenida Interpraias.
    Antes, com a antiga gestão do Sr. júlio, ele sim, podia colocar os avisos nos pontos de ônibus, ainda era feito a mão. Agora, com a Gestão Amigos do Bairro, não pode???
    Ah uma certa perseguição por parte de alguns moradores que vivem há pouco tempo…quero deixar bem claro… as reuniões seguiram o mesmo sentido, com ou sem avisos em pontos de ônibus ou botecos espalhados pelo bairro… você deve saber, quando alguem não é localizado, é feito editais de intimação… por isso, acho que vou começar a publicar os editais de reuniões em algum jornal… seguindo desta forma o principio da publicidade não é?
    Ah, quero deixar bem claro que a Srta. Angelina Schneider em nenhum momento apoiou a chapa vencedora…ademais, fica no ar o seguinte questionamento? Como será que anda a tal investigação de cestas básicas distribuidas pela antiga gestão do seu júlio durante a época eleitoral…cestas básicas estas que tinha a logomarca da DEFESA CIVIL… ENGRAÇADO… O BAIRRO DO ESTALEIRO NÃO FOI ALVO DAS ENCHENTES… AH…CESTAS BÁSICAS AINDA VENCIDAS…SERÁ QUE NÃO CABERIA UMA REPRESENTAÇÃO CRIMINAL..??? ELIAS, faça seu papel na imprensa…pesquise antes…

Deixe uma Resposta