• 22 out 2009
  • Postado por Tiago

RECONCILIAÇÃO

Depois de muito tempo jurando que não falaria mais com o vereador Orlando Angiolletti (DEM), de quem é inimiga declarada, a líder do prefeito Periquito, Christina Barrichello, foi vista em uma conversa que foi considerada “amigável” com o representante Democrata.

JUSTIFICANDO

Na realidade, Orlando é o secretário da Câmara que tem como funções, entre outras, anotar as ausências dos nobres edis e mandar o desconto das faltas para a tesouraria. E ela faltou em duas sessões…

ESCLARECENDO

Um tucano de bico afiado e ouvido afinado, que ouviu a conversa, me confidenciou que ela disse que na primeira falta esteve reunida com o deputado Sérgio Grando (PPS). Na outra, confirmou que estava nos States para ver o casal de filhos.

RETORNANDO

Companheiro Jorge (ex-Bolsão) feliz da vida com o resultado da audiência na Justiça sobre a venda do jornal. Vem bomba por aí…

CAMELÔ

Tem gente que não quer ir mais à Câmara do Balneário. Parece que um camelódromo está se instalando no Legislativo. E até me deram a dica: os produtos não são originários de Paris (França), mas sim de Beijing (China), via Ciudad del Este.

PODEROSO

E tem aquela do radialista que defendeu que 25% de aumento (passou de R$ 1 para R$ 1,25) é muito pouco para estacionar em vias pública do Balneário. E disse que o povão tem que andar mais a pé ou usar o transporte coletivo. Não é que vi o dito cujo usando o seu “auto” (como dizem os irmãos mais ao Sul do Brasil) passeando “feliz da vida” com a sua cachorrinha (tinha lacinho na cabeça e tudo mais). “Façam o que eu digo, mas não façam o que eu faço”.

RECLAMAVA

Pior que o mesmo criticava a zona (não é boate) azul de Blumenau. E por lá a alemoada só paga 75 centavos de hora estacionada. Tem coisas que só Deu$$$$$ pode explicar.

ADVERTIDO

Roberto Souza Júnior, suplente de vereador do PMDB (está no lugar do Nilson Probst) foi chamado a atenção, em público, pelo presidente da Câmara, Moacir Schmidt (PSDB) por ter comparado o tucano Tatá Miguel ao “Nerso da Capetinga”. Também andou chamando Fabrício de Oliveira de “mentiroso” e o Dão Koeddermann de “além de gago é surdo”. É o manda-brasa soltando o verbo pra cima da tucanada. Na justificativa, ele disse que só faz isso, inocentemente, “porque é a primeira legislatura” de que participa.

HOSPITAL

Voltamos ao assunto do hospital Municipal Ruth Cardoso depois de acompanhar o relato do secretário municipal de Saúde, José Roberto Spósito, na sessão de terça-feira, na Câmara Municipal. Por mais incrível que seja, nada de concreto foi apresentado quanto à abertura do hospital.

IRÔNICO

De forma educada e até elegantemente, ao contrário do chefe do executivo, mas sem deixar de lado, por bons momentos, o tom sarcástico, Spósito deixou o recado: o hospital não abre se não houver uma parceria na gestão com o governo estadual ou federal. Isso significa que tão cedo não abrirá as portas.

AJUDA

Milhões de reais foram investidos na construção do hospital que não pode ser tratado da forma como o atual administrador tem se comportado. Equipamentos se deterioram. Apesar das acusações, o secretário Dado Cherem mantém a palavra de que está disposto a colaborar além dos oito milhões já disponibilizados. Quer ajudar na aquisição de equipamentos e na construção do pronto-socorro. Mas já disse que não adianta o prefeito insistir: o Estado não pode custear a folha de pagamento.

MP NELE

O assunto hospital municipal somente deixará de ser motivo de politicagem com o envolvimento do Ministério Público. Está na hora do MP se mexer e acabar com a baderna. Afinal, além do dinheiro investido, a comunidade é quem perde.

FILAS

Um dado concreto narrado pelo secretário Spósito diz respeito ao término da longa fila de espera para os exames laboratoriais. De acordo com a informação apresentada na Câmara Municipal, a secretaria acabou com a longa demora e os exames que estavam marcados para 2014 hoje têm prazo de atendimento: 90 dias. Sem dúvida, um belo resultado, e é isso que desejamos também em direção ao hospital municipal, que a atual administração seja melhor ainda do que o governo anterior. Assim ganha toda a cidade, sem cor partidária. Caso contrário, continuaremos no caminho do caos, e quem conheceu a administração Luís Vilmar de Castro deve saber o que isso significa.

C.M.H

Se depender da vereadora Christina Barrichello (PPS), ciclista vai ter que tirar a sua Carteira Municipal de Habilitação para circular nas vias públicas do Balneário. E quem não tiver o documento, vai ser multado em uma Unidade Fiscal Municipal, cerca de R$ 151.

FISCALIZAÇÃO

Pelo projeto que a nossa Carlota Joaquina apresentou na Câmara, os agentes de trânsito e a polícia Militar terão que fazer blitz para apreender as bicicletas dos não habilitados. E a guarda municipal armada também não vai interceptar e atirar nos ciclistas infratores?

CURSO

Para ter acesso à autorização, o ciclista, mesmo que use o veículo para o trabalho ou lazer, terá que passar por um curso de quatro horas. E terá que repetir a dose a cada quatro anos.

OS MENORES

Os menores, entre seis e 16 anos, terão suas bicicletas que forem apreendidas liberadas somente com a presença dos pais. Caso contrário, os menores ficarão sem as suas bicicletas.

CORRETO

Pra pescar você não precisa de carteirinha? Então acho que a Christina está certa. É você, cara amiga (o) ciclista, o que acha? Mande a sua opinião para elias.silveira@hotmail.com.

CORRUPTO

E tem mais: Balneário é uma das poucas praias que tem uma lei (nº 864/1989) em defesa do corrupto (Callichirus). E foi sancionada pelo atual vice-governador Leonel Pavan, à época prefeito pelo PDT. Ele proibiu todo mundo de capturar esse crustáceo decápode, que pertence à família Callianassidae… Meu Deus, vou parar de tomar cerveja, hehehe….

VOU CONVERSAR

Periquito me ligou. É a segunda vez neste ano. Tenho até encontro agendado em seu gabinete. O prefeito-ave quer mostrar as coisas boas e as péssimas em seu governo. As não tão boas eu sei de cor e salteado.

DEBANDADA

Jair Mecânico procurou o RH da prefeitura para se desligar da diretoria da secretaria de Obras do Balneário. Dizem que tem rolo na compra de maquinário. Darço saiu da diretoria de patrimônio e preferiu vender latinha de cerveja na Marejada. E o advogado Leandro Constante não aguentou a acusação de um suplente de vereador e largou o departamento de compras.

PRP

O Partido Republicano Progressista tem executiva provisória na cidade. No comando está Vilmar Carollo, que até bem pouco tempo comandava a frota de veículos da secretaria da Saúde. Como o número do PRP é 44, não se sabe se o “Passarinho” quer se aproximar dos tucanos (45) ou ampliar os pequenos partidos que dão apoio a Periquito.

  •  

Deixe uma Resposta