• 14 jan 2010
  • Postado por Tiago

PROMULGOU

Três leis aprovadas no final do ano passado e não sancionadas pelo prefeito Edson Periquito (PMDB) foram sancionadas pelo presidente da Câmara, Moacir Schmidt (PSDB). Duas são polêmicas e a outra eu diria que é meramente cultural.

CANETA

A promulgação pelo chefe do legislativo ocorre quando o do executivo não veta ou assina (sanciona) e publica a lei em 15 dias. Foi o que aconteceu nestas três situações.

SUPERMERCADOS

Deve ter faltado coragem ao prefeito-ave para fazer valer a lei que obriga os hipermercados e supermercados de Balneário Camboriú a disponibilizarem aos clientes em suas lojas, nos caixas e/ou chekout’s que estiverem abertos nos horários de pico e alta temporada, atendimento com operadores de caixas capacitados para tal.

OBRAS

Outra lei promulgada determina que a prefeitura Municipal de Balneário Camboriú publicará mensalmente em seu site institucional na internet e no mural do paço municipal, relatório de todas as obras/construções aprovadas. É uma forma até do próprio munícipe ou adquirente de imóvel no Balneário controlar o seu investimento.

CULTURAL

E a terceira lei promulgada por Schmidt determina que as placas das ruas localizadas na praia dos Amores tenham trechos das obras dos poetas pelas quais são denominadas.

“CAXIAS”

O presidente da câmara, diga-se de passagem, tem dado expediente diário em seu gabinete neste recesso de início de ano. Faz questão de acompanhar tudo de perto.

FALTANDO

Enquanto isso tem assessor de vereador que não aparece para o trabalho na câmara. Quem quiser conferir é só dar uma passadinha em uma lojinha da avenida Brasil…

INCOLUMIDADE

Pra confundir a cabeça do leigo, a secretaria de Segurança do Balneário agora é também da Incolumidade Pública. Devo ser um dos primeiros a ser perseguido pelo novo órgão, já que sou chegado a um “incendiozinho” aqui na coluna…

PROCURANDO

E a Ferkaio Publicidade, Eventos e Criação Ltda, ainda existe? Vamos ter que pedir ajuda aos universitários, ou melhor, aos funcionários do hospital Santo Antônio de Blumenau.

INCOMPETÊNCIA

Quando escrevemos aqui que o departamento de informática não funciona, tem gente que discorda. Mas se o internauta acessar a página da prefeitura, e clicar no link da secretaria de Obras, verá que “nenhuma obra está disponível”.

PARADAS

Isso só reforça a tese da oposição de que nenhuma obra foi feita no primeiro ano da atual administração periquita. Por outro lado, dizem os membros da atual gestão, o relatório das obras está pronto desde novembro do ano passado…

ATLETA

Periquito participou do jogo de abertura do campeonato de Futebol de Areia de Balneário Camboriú. Segundo os olheiros de plantão, ele já teve um desempenho muito melhor no passado distante.

COMPARANDO

E existem aqueles que saíram dizendo que se o prefeito administrar igual ao que está jogando não poderemos esperar muito da atual administração. Particularmente acho que o Periquito é melhor administrador do que jogador.

NÃO ARRISCAM

Também estavam por lá o Cláudio Dalvesco e o Orlando Angioletti. Tanto o vice, como o vereador do “demo”, não quiseram saber de entrar no jogo. Afinal de contas, ambos preferem ficar inteiros para encarar uma próxima campanha eleitoral.

NÃO REASSUME

Claudir Maciel não volta para a secretaria de Planejamento. Ouvi isso do próprio vereador. Se voltasse seria apenas por dois meses, já que pretende disputar uma vaga à Assembléia.

NEM PRECISA

Mesmo estando fora do Planejamento, Claudir ainda dá palpites na secretaria comandada pelo Nei Emilio Clivati, que também dirige a Emasa. Prova é que a reportagem deste DIARINHO precisou de uma informação do setor e foi orienta a procurar o Maciel.

A PONTE SAI

E assim, depois de tanto tempo, vamos construir a tão sonhada ponte. É entre a Vila Real e o Barranco de Fora. Pelo menos é o que acreditam assessores do prefeito Edson Renato Dias. A licitação para a elaboração do novo projeto já está em andamento.

O HOSPITAL TAMBÉM

Depois de um ano de jogo de interesses o hospital Municipal Ruth Cardoso pode ser aberto para atendimento. Com a saída do Dado Cherem (PSDB) e com Carmem Zanotto (PPS) assumindo a secretaria de Saúde do Estado, dizem que a prefeitura vai agilizar o processo para o efetivo funcionamento daquela unidade.

POLITICAGEM

Infelizmente, por teimosia política, a comunidade se viu privada de ter um hospital digno para atendê-la. E não foi por culpa do Dado, que saiu lamentando o fato de a prefeitura não ter lhe apresentado projetos no ano passado.

CARTEIRAÇO

Cidadão estacionou o seu veículo em local destinado a viaturas oficiais. Quando o policial chamou o guincho ele puxou a carteira e se identificou como sendo João Aparecido Cahúlla, nada mais nada menos do que o paranaense natural de Astorga e que é vice-governador de Rondônia.

ESTACIONADO

O policial baixou a crista e deixou por isso mesmo. Fato aconteceu na região central da Atlântica, próximo à praça Almirante Tamandaré, revoltando comerciantes que já foram multados até por uma paradinha estratégica no local para deixar mercadorias.

FORA DA LEI

Como o Cahúlla (eta nomezinho estranho) não estava em missão ou carro oficial, deveria respeitar o princípio constitucional da igualdade entre os cidadãos. Se ele, que é filiado ao PPS, está acostumado a fazer esse tipo de coisa no estado governado pelo catarinense Ivo Narciso Cassol, que volte para Porto Velho. Errou o policial ao não ter multado e guinchado o carro.

RAPIDEZ

Quando quer, a Justiça anda rápido. Um processo contra Lucas Ricardo Spernau (o filho do Rubens) foi protocolado no dia 11 de janeiro (segunda-feira), recebeu despacho no dia 12 e na quarta-feira (13) ele já havia sido intimado. Por mera coincidência do destino, acredito, o oficial de justiça foi Celso Antônio Schneider, segundo suplente de vereador do PMDB.

ENROLANDO

Algo de muito podre pode estar acontecendo lá pelas bandas da Cidade das Pedras. Três crianças foram retiradas de uma creche e levadas para sessão de fotos. Depois de muita insistência e denúncias o boletim de ocorrência foi oficializado. Só que até agora o resultado não foi divulgado.

NOMES

Extraoficialmente, sabe-se que existem nomes de indivíduos ligados à pedofilia em Camboriú (ou é no Balneário?). Só que devem ser de figurões, porque estão sendo mantidos em sigilo. Comunidade esperava mais do delegado Flávio Osório. Uma das crianças denunciou que foi agredida ao não se render aos caprichos dos safados. O exame feito no IML, 13 dias depois do ocorrido, confirmou a agressão, uma lesão de cerca de oito centímetros.

ADMITIU

A secretária de Educação de Camboriú, Fátima Nair Bambinetti Gervásio, admitiu a saída de crianças de uma creche em entrevista ao repórter Flávio Silva, da rádio Camboriú. Só que também deixou de revelar outros detalhes da ocorrência.

  •  

Uma Resposta to “Elias Silveira”

  1. cambc Diz:

    O nobre Delegado de Camboriú se chama Fábio Osório e não Flávio!

Deixe uma Resposta