• Postado por Tiago

Um empresário de Gaspar passou mais de seis horas na mira dos vagabundos. Osni dos Santos, 40 anos, o dono da malharia Paxá, sofreu um sequestro-relâmpago quando saiu de casa na noite de segunda-feira pra comprar o remédio de seu filhote.  Foi abordado no meio do caminho, obrigado a sacar mais de R$ 1600 de duas contas bancárias e largado em Camboriú.

Paxá saiu de casa pelas 23h pra dar um pulo numa farmácia e comprar o medicamento do seu filhote.  Quando seguia pela BR-470, teve a frente fechada por um carango de cor clara.  O carro tava com a luz alta e fez com que o motora não conseguisse identificar o veículo.  No mesmo momento, dois malencarados armados apontaram o trabuco pra cabeça do empresário e mandaram ele sartá da sua Pajero, placa MKU 5070 (Gaspar).

“Após a abordagem, ele conta que foi colocado dentro de outro veículo que ele não soube identificar”, conta o delegado Paulo Koerich, de Gaspar.  Os trastes rodaram com o carango durante horas.  Arrancaram de Osni a senha de seus cartões de banco, logo em seguida, passaram em Tijucas numa agência bancária e sacaram R$ 600 da conta do homem.

Continua na edição de amanhã do DIARINHO.

  •  

Deixe uma Resposta