• Postado por Tiago

O empresário Ismael Evelson Ratzkob, de 37 anos, foi guentado na madrugada de hoje pela Polícia Civil de Rio Negrinho, após mais de um mês de investigação. Ele é acusado de desviar e vender os materiais doados pras vítimas das enchentes do fim do ano passado no estado, que estavam em galpões da prefa de Ilhota, segundo o delegado Procópio Batista da Silveira Neto, que cumpriu o mandado de prisão preventiva.

Foram encontrados cerca de 300 mil peças de roupa, colchões, alimentos, calçados e outros objetos na casa do suspeito. O desnaturado, do ramo de madeira, vendia as doações em brechós abertos por ele e também repassava para terceiros. De acordo com o delegado, a investigação continua, pois há a suspeita de que barnabés de Ilhota e de outros municípios da Santa & Bela tenham participado do esquema. Foram feitas cerca de 10 viagens em caminhões-contêineres para retirar todo o material dos galpões onde estavam as doações, contou o dotô Procópio.

  •  

Deixe uma Resposta