• Postado por Tiago

O empresário P.P.D. é dono de uma gráfica em Itajaí. Ele tá dicara com algumas mudanças realizadas pelo atual governo municipal. Uma delas tem a ver com a autorização que o empresário precisa pra retirar na prefa suas notas fiscais. Se antes o procedimento era aporrinhante, agora ficou ainda pior. “Cada fiscal diz uma coisa, cada um faz do jeito que quer”, reclama.

Antigamente, todo santo mês lá estava P. na prefa pra pegar a tal da autorização. Agora mudou. Quem contratou os serviços da gráfica é que tem que ir buscar o documento, conta P. Quando soube do novo jeito, ele ficou cabreiro. “Não foi feito nem comunicado. Tão burocratizando ainda mais”, revolta-se.

Além de ter que pedir um favor ao cliente, o empresário ainda precisa esperar alguns dias até que a nota fiscal fique pronta e possa ser entregue.

Outro problema, diz o dono de gráfica, é que os fiscais da prefeitura vivem pedindo uma carrada de documentos diferentes para que possam emitir as notas, atrasando seu trampo. “Não sei mais o que fazer. Cada um faz do jeito que acha melhor”, bufa o Itajaiense.

Não há mudanças, garante fiscal

Rogério Rocha, assessor de coordenação do setor de auditoria fiscal da prefeitura de Itajaí, afirma que não houve mudanças no procedimento da autorização para o bloco de notas fiscais. Ele explica que em alguns casos faltam informações sobre a empresa que pede o documento. Quando isso acontece, o fiscal que tá de plantão pede à pessoa que atualize o cadastro para então emitir as notas. “É muito comum a troca de endereço. Aí tem que arrumar”, exemplifica.

Sobre a demora na entrega no bloco de notas, Rogério garante que é difícil acontecer. “Só se faltar algum documento. Senão é rápido”, falou o assessor.

  •  

Deixe uma Resposta