• Postado por Tiago

O empresário Josélio Triervelier, 36 anos, tomou um cagaço por volta das 8h30 de ontem, quando chegava em sua loja de informática em Forquilhinhas, na cidade de São José, na Grande Florianópolis. O coitado foi guentado por dois malacos de moto, que levaram 15 mil reais em cheques de clientes e mais R$ 7,5 mil em grana viva, deixando um rombo de R$ 22,5 mil no bolso do coitado.

O assalto rolou na rua Francisco Duarte, quando Josélio descia do carro pra abrir a loja para mais um dia de trabalho. Assim que saiu da caranga, dois bandidos encapuzados apareceram numa moto anunciando o assalto. Um dos bandidos desceu da cabrita com o trabuco na mão e mandou o coitado entregar a grana. O empresário entregou a pasta com os cheques e o dinheiro, e viu os bandidos treparem na cabrita e dar no pé em alta velocidade. Eles não foram mais encontrados.

Dentro da pasta estavam ferramentas usadas pra consertar computadores, carteira, celular, chave e controle do alarme da loja, além da grana. Os tiras da 1ª depê da city assumiram a investigação, e pelas características dos mequetrefes já têm alguns suspeitos.

O delegado de polícia de São José, Claudinei Schurking, conta que este tipo de crime, com as vítimas sendo rendidas no momento em que chegam para trampar ou quando estão fechando as portas, virou moda na cidade este ano. O delegado explica que mesmo com a central de polícia prendendo vários assaltantes, sempre aparecem novos bandidos, que se revezam nas cidades da região de Florianópolis pra meter crimes.

  •  

Deixe uma Resposta