• Postado por Tiago

Na prefa de Piçarras, a situação ficou num empurra-empurra. O secretário de Planejamento e Meio Ambiente, Luiz Antônio Silvestre não pôde atender a reportagem no dia de ontem e falou que somente hoje teria mais detalhes do caso. O secretário do Bem-estar Social, Rogério de Lima, também foi procurado, mas não foi encontrado na prefa.

Já o vereador Júlio César Teixeira (PP), que é irmão do prefeito Umberto Teixeira (PP), disse que o assunto era com Luiz Silvestre, mas soltou que a prefeitura só entregou o terreno aterrado pra Cohab no final do mês de dezembro, ou seja, dois meses depois que a obra deveria ter começado. “Sei que demorou pra entregar o terreno por causa da licença ambiental da Fatma. Essas coisas sempre demoram. Mas é como o prefeito já falou. Não tem nada o que podemos fazer. É terra de invasão. E eles ainda vão ganhar as casas”, mandou. O vereador ainda acredita que em 30 a 40 dias as obras devem começar.

  •  

Deixe uma Resposta