• Postado por Tiago

g---encontro-de-amigos-1

Festerê vai agitar Barra Sul mas preocupa os comerciantes

Amanhã, cerca de dois mil amigos vão fazer uma baita churrascada e tomar aquela cervejinha no Balneário Camboriú. A partir das 9h, será realizado o segundo Stammtisch, que é aquele encontro de coleguinhas ao ar livre. Desta vez o festerê vai rolar no Pontal Sul e bloquear parte da avenida Atlântica, o que tem deixado alguns comerciantes de cabelo em pé.

A previsão do pessoal do turismo é que cerca de 50 pessoas de cada um dos 40 grupos montem as suas barracas pela avenida, façam aquele rango e botem o som pra rolar. Alguns prometem até levar o baralhinho de truco e uma bola pra jogar uma pelada.

Desta vez o festejo sai do meio da avenida Atlântica e será feito no comecinho da via. A medida foi tomada depois que a secretaria de Turismo recebeu muitos reclamos do povão e de alguns comerciantes que se incomodaram em ter a festança atrapalhando as moradias. Além disso, o encontro pertinho da praça Almirante Tamandaré, como era realizado, causava um bloqueio no trânsito e deixava a city num caos maior do que já é. ?É em caráter de experiência e a gente acredita que deve ser muito bom?, acredita o diretor de turismo, Ademar Schneider.

Enquanto a festança rolar solta, o fluxo de carangos será restrito na beira-rio. Pelas 3h de sábado, a via irá se transformar em mão dupla, no trecho desde a marina até o Pontal Sul. A medida será tomada porque a avenida Atlântica será bloqueada desde o parque Unipraias até a rua 4750. A previsão é que a festança termine às 17h e a avenida volte a ser liberada às 18h.

Os comerciantes da redondeza estão receosos com um possível prejuízo, mas resolveram pagar pra ver. O proprietário do restaurante O Pharol, Hebio Moreira, conta que sequer foi avisado pela prefa, mas prefere não dar palpite sobre o encontro de amigos ou o bloqueio da avenida que dá acesso ao seu comércio. ?Vou esperar acontecer pra poder emitir alguma opinião?, disse.

Já o diretor de marketing do parque Unipraias, Cimelio Marcos Pereira, conta que a prefeitura teve a preocupação de procurá-lo. Num blablablá, foi garantido a ele que o acesso ao parque pela beira-rio não será barrado. ?Houve um comprometimento no sentido de não nos prejudicar?, contou. Mas mesmo se não tiver um preju, o cara vai marcar uma outra reunião pra voltar a discutir a ideia com o poder executivo.

Cuidados pra evitar baderna

O diretor de turismo, Ademar Schneider, conta que na última edição, realizada em 4 de julho, rolou muita baderna. Cerca de três mil pessoas participaram da edição e alguns grupos passaram dos limites. Deixaram o som alto demais e até usaram copos de vidro, o que não pode. ?Tivemos denúncia de gente que cobrou ingresso e fechou o espaço?, conta.

Por isso, esse ano o número de grupos participantes foi diminuído de 120 pra 40. Aqueles que aprontaram poucas e boas levaram um puxão de oreia e não puderam entrar na festa. Pra garantir que os festeiros conheçam as regras, a prefa fez uma reunião com os participantes na tarde de quarta-feira e explicou tudinho.

Pra evitar muvuca e baderna, os amigos não poderão usar som mecânico ou automotivo, algum equipamento que possa trancar a passagem da galera, e copos e garrafas de vidro que possam cortar alguém. O pessoal terá que ter um extintor de incêndio dentro da barraca e os botijões de gás e as fiações elétricas têm que ser vistoriados pelos bombeiros. O encontro ainda contará com a segurança de policiais militares e duas ambulâncias dos vermelhinhos.

Quem quiser participar ainda pode se inscrever até o fim da tarde de hoje pelo eventos@secturbc.com.br ou na secretaria de Turismo. O espaço é liberado digrátis.

  •  

Deixe uma Resposta