• Postado por Tiago

A diretoria da Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB) resolveu jogar um balde de água fria em quem apostava no crescimento das relações comerciais externas do Brasil. Os engravatados da AEB mudaram suas projeções e dizem estar esperando uma queda de 26,1% nas exportações. Em janeiro, haviam calculado uma retração de 17,6% para este ano, por conta da crise econômica internacional.

José Augusto de Castro, vice-presidente da AEB, prevê que este ano o país irá exportar um total de US$ 146,19 bilhões. No ano passado, o Brasil vendeu pros gringos US$ 197,94 bilhões. As importações devem ter um recuo ainda maior, calcula: -28%.

Castro disse ainda que, embora o superávit comercial (diferença entre exportações e importações) tenha melhorado no primeiro semestre, deve haver um retração de 13,6% no saldo este ano.

  •  

Deixe uma Resposta