• Postado por Tiago

Em Itajaí, motoqueiro marcão enraba carango e vai parar no hospital

Jean Carlos Coelho, 24 anos, aprendeu da pior maneira que direção e bebida alcoólica não combinam. Num acidente provocado por ele na noite de Natal, em Barra Velha, matou o cunhado Mario da Luz, 41, e botou a irmã Nelzi Maria Coelho, 33, no hospital. Jean estava mais bêbado que um gambá quando provocou a tragédia.

O acidente rolou por volta das 21h. Jean dirigia o Monza Monza, placa LZJ 3933 (Gaspar). No carro, além da irmã e do cunhado, estava uma sobrinha de 10 anos. De tão zuretado que tava pela mardita, Jean entrou na contramão na altura do KM 88 da BR 101, no sentido sul norte.

Não demorou muito pra desgraça acontecer. O motorista gambá deu um porradaço de frente com o Citröen C3, placa MFQ 2316 (São Francisco do Sul).

Mário, que estava no banco traseiro do Monza, morreu enquanto era levado pelos bombeiros para o hospital. Ele sofreu traumatismo craniano. Nelzi sofreu cortes e contusões leves por todo o corpo. Foi levada ao pronto atendimento de Barra Velha. Ao saber da morte do marido, Nelzi teve um chilique e precisou ser encaminhada ao hospital de Joinville.

Jean e a sobrinha nada sofreram além do susto. João Henrique do Amaral, 31, motorista do Citröen, também escapou ileso.

A polícia informa que na hora do acidente Jean tava virado na manguaça. Ele foi detido pelos policiais rodoviários federais e encaminhado à delegacia de Barra Velha. Na mesma noite foi liberado depois de pagar fiança, cujo valor não foi divulgado pelas otoridades.

  •  

Deixe uma Resposta